sicnot

Perfil

Mundo

Três marines vão içar bandeira dos EUA em Cuba, 54 anos depois de a arriarem

Três 'marines' agora reformados que arriaram a bandeira dos Estados Unidos na embaixada norte-americana em Cuba em 1961 voltam na sexta-feira à ilha com o secretário de Estado John Kerry para hastear aquele símbolo do país.

© POOL New / Reuters

"Vou adorar ver a bandeira a ser içada novamente", disse um dos fuzileiros navais norte-americanos, Jim Tracy, de 78 anos, num vídeo colocado no 'site' do Departamento de Estado.

Tracy, 'marine' durante 30 anos, era um sargento encarregado de arriar a bandeira na embaixada de Havana quando os Estados Unidos romperam relações com Cuba a 04 de janeiro de 1961.

Na altura, os cabos Mike East e Larry Morris ajudaram Jim Tracy a arriar a "Stars and Stripes" (alcunha da bandeira dos Estados Unidos) e a dobrá-la cerimoniosamente.

"Foi um momento comovente", disse East, agora com 76 anos.

Na sexta-feira vão regressar a Havana com Kerry para selar a renovação das relações diplomáticas entre os dois países, ex-inimigos da Guerra Fria, iniciada em dezembro pelos presidentes Barack Obama e Raul Castro.

Segundo Morris, 75 anos, a bandeira "vai voltar para onde deve estar".

Uma fonte do Departamento de Estado disse que a bandeira a hastear não será a mesma que foi arriada há 54 anos.

Na sexta-feira, John Kerry tornar-se-á o primeiro chefe da diplomacia norte-americana a deslocar-se a Havana desde 1945.

Lusa

  • Principais factos da acusação no caso BPN dados como provados

    País

    O coletivo de juízes responsável pelo julgamento do processo principal do caso BPN interrompeu perto das 13:00 a leitura do acórdão iniciada pelas 10:30. Os principais factos da acusação são dados como provados, mas a leitura deverá demorar algumas horas.

  • Papa pede a Trump para ser pacificador
    1:12
  • Supremo confirma condenação de Messi por fraude fiscal

    Desporto

    O Supremo Tribunal de Justiça espanhol confirma a condenação de Lionel Messi por fraude fiscal. A notícia foi avançada pelo El País. O jogador do Barcelona foi condenado a 21 meses de prisão por três crimes fiscais que lesaram o Estado em 4,1 milhões de euros.

  • Autódromo do Estoril está ilegal há 45 anos

    Desporto

    De acordo com o Público este equipamento desportivo, inaugurado na década de 70, não tem licença de construção nem de utilização. Uma notícia que apanhou de surpresa o executivo camarário de Cascais, liderado por Carlos Carreiras.

  • Seca na Bacia do Sado exige restrições ao uso da água no Alentejo

    País

    A Agência Portuguesa do Ambiente aprovou hoje um conjunto de medidas para gestão dos recursos hídricos, definindo medidas específicas para a bacia hidrográfica do Sado, a única que se encontra em situação de seca. Além da diminuição de regas em hortas e jardins, a APA recomenda o encerramento das fontes decorativas, a proibição de encher piscinas e de lavagem de automóveis.