sicnot

Perfil

Mundo

China censura mais de 360 contas nas redes sociais por alegados rumores sobre explosões

As autoridades chinesas informaram hoje ter suspendido ou encerrado mais de 360 contas das redes sociais por difundirem rumores sobre as explosões ocorridas na quarta-feira, na cidade de Tianji, no norte do país, causando pelo menos 85 mortos.

© Jason Lee / Reuters

A Administração do Ciberespaço da China especificou que atuou sobre contas de WeChat (o Whatsapp chinês) e Weibo (similar ao Twitter) que disseminaram mensagens como "o gás tóxico vai para Pequim" ou "não há sobreviventes no raio de um quilómetro à volta do local da explosão".

As duas explosões de grande dimensão que deflagraram na noite de quarta-feira num terminal de contentores de uma nova zona do porto de Tianjin provocaram, segundo o último balanço, 85 mortos, incluindo 21 bombeiros, centenas de feridos e um número indeterminado de desaparecidos.

As autoridades chinesas também informaram que alguns titulares de contas privadas se fizeram passar por familiares das vítimas para conseguirem indemnizações, enquanto alguns internautas populares publicaram "comentários irresponsáveis", comparando as explosões com as bombas atómicas de Hiroshima e Nagasaki no Japão.

Nesse sentido, disse ter ordenado que 160 dessas contas sejam encerradas de forma permanente e mais de 200 suspendidas temporariamente.

Centenas de utilizadores do Weibo juntaram-se na sexta-feira a uma iniciativa para conhecer "a verdade da explosão", uma das principais "hashtags" daquela rede social nesse dia.

Numa altura em que não era conhecida a causa das explosões, os internautas criticavam a censura dos meios de comunicação oficiais, como da televisão de Tianjin, que optou por emitir, em horário nobre, uma telenovela sul-coreana em vez de notícias sobre a tragédia.

Lusa

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.