sicnot

Perfil

Mundo

Imperador japonês Akihito expressa "profundos remorsos" pela II Guerra Mundial

O imperador do Japão, Akihito, disse hoje sentir "profundos remorsos" pela II Guerra Mundial -- um conflito que Tóquio lutou em nome do seu pai, Hirohito, há 70 anos.

Shizuo Kambayashi

"Recordando o passado com profundo remorso sobre a guerra passada e esperando sinceramente que a tragédia da guerra não se repita, eu, em conjunto com o povo em toda a nação, expresso a minha tristeza sincera em relação àqueles que caíram na batalha, e rezo pelo desenvolvimento do nosso país e paz mundial", disse, num discurso em Tóquio, no dia em que se assinala o 70.º aniversário do fim do conflito.

Segundo vários 'media' japoneses, incluindo a agência noticiosa Jiji e o diário Mainichi, o imperador, de 81 anos, usou essas palavras pela primeira vez numa cerimónia alusiva à rendição do país, a 15 de agosto de 1945.

Lusa