sicnot

Perfil

Mundo

Papa Francisco reza pelas vítimas das explosões em Tianjin na China

O papa Francisco dedicou hoje parte da oração do Angelus às vítimas das explosões ocorridas na quarta-feira num terminal de contentores do porto da cidade chinesa de Tianjin, pedindo a Deus que lhes dê "alívio".

Andrew Medichini

"O meu pensamento dirige-se, neste momento, para a povoação da cidade de Tianjin, na China setentrional, onde algumas explosões na área industrial causaram numerosos mortos e feridos e outros danos", disse o papa Francisco, na missa do Angelus, no Vaticano, em honra da Assunção da Virgem Maria.

"Dedico a minha oração àqueles que perderam a vida e àqueles que estão a sofrer esta desgraça. Que o Senhor lhes dê alívio e apoie todos os que trabalham para lhes diminuírem o sofrimento", frisou Jorge Bergoglio.

O papa falava perante milhares de fiéis que se concentravam na praça de S. Pedro, e não em Castelo Gandolfo, como era habitual no passado, durante a celebração do Angelus, no dia em que se comemora a Assunção de Nossa Senhora.

Oitenta e cinco mortos, 21 dos quais bombeiros, mais de 700 feridos e um número indeterminado de desaparecidos é, até ao momento, o balanço dos danos causados pelas explosões ocorridas na quarta-feira num terminal de contentores na cidade chinesa de Tianjin (norte).

Lusa

  • "Nos últimos 14 anos alertámos que este dia iria voltar"
    3:50

    País

    O vice-presidente da Câmara de Mação diz que se sente humilhado com o recurso a meios espanhóis para o combate ao fogo no concelho. Em entrevista à SIC, António Louro, que é também engenheiro florestal, critica os vários governos e afirma que nada disto teria acontecido se tivessem ouvido os apelos desesperados da autarquia depois do incêndio que, em 2003, destruiu grande parte do concelho.

  • Marcelo lembra ditadura para deixar elogios à liberdade de imprensa e separação de poderes
    0:29
  • André Ventura rejeita acusações de xenofobia
    1:27

    País

    O candidato do PSD à Câmara de Loures diz que tocou num tema que as pessoas queriam discutir. Entrevistado na SIC Notícias, André Ventura insiste que as declarações que fez sobre a comunidade cigana não são xenófobas ou racistas.

  • Rajoy nega conhecimento de financiamentos ilegais no PP

    Mundo

    O primeiro-ministro espanhol negou hoje ter conhecimento de um esquema ilegal de financiamento, que envolve vários responsáveis do Partido Popular (PP, direita), que lidera. Durante uma audição no tribunal, Mariano Rajoy garantiu ainda que não aceitou nenhum pagamento ilícito.