sicnot

Perfil

Mundo

Quatro mortos e mais de 20 mil afetados devido a inundações no Níger

Pelo menos quatro pessoas morreram e mais de 20.000 foram afetadas pelas inundações no Níger, após semanas de chuvas intensas, informou a ONU na sexta-feira.

O mau tempo destruiu 2.170 casas e inundou cerca de 545 hectares agrícolas, disse em comunicado o escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA).

Cerca de 3.100 deslocados vivem atualmente em escolas ou em casas de familiares, de acordo com a agência da ONU, que cita os serviços de emergência da proteção civil do Níger.

Desde julho, a imprensa local tem reportado repetidas inundações, particularmente no centro e sul do Níger.

Na capital, Niamey, as autoridades pediram aos residentes que vivem perto das margens do rio Níger a abandonarem as suas casas devido às ameaças de inundação.

Das oito regiões no Níger, apenas Diffa, no leste, que acolhe mais de 100.000 refugiados que fugiram da violência na vizinha Nigéria, não foi ainda afetada pelo mau tempo.

Lusa

  • Governo recomenda retirada de livros polémicos da Porto Editora

    País

    A Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género, "por orientação do ministro adjunto", recomendou hoje à Porto Editora a retirada do mercado dos blocos de atividades que fazem distinção entre rapazes e raparigas. O organismo considera que podem estar em causa a "diferenciação e desvalorização do papel das raparigas no espaço público e dos rapazes no espaço privado".

    Ricardo Rosa

  • Enfermeiros especialistas em saúde materna retomam protesto 

    País

    Os enfermeiros especialistas em saúde materna e obstetrícia voltam quinta-feira de manhã a interromper as funções especializadas, o que pode afetar blocos de parto e maternidades. Queixam-se de "falta de resposta política adequada" e "ausência de acordos sérios".

  • Cristas vaiada em bairro de Chelas
    1:44

    Autárquicas 2017

    Assunção Cristas promete mudanças na Gebalis, a empresa municipal que gere os bairros sociais em Lisboa. Esta manhã, a candidata do CDS à câmara visitou um bairro de Chelas, onde foi vaiada por alguns populares.

  • Prestação da casa aumenta pela primeira vez desde 2014
    1:17

    Economia

    Pela primeira vez em três anos, as taxas de juro do crédito à habitação, estão a subir. A subida é de apenas 1 euro, mas é a primeira desde 2014, depois de em maio deste ano ter estabilizado e em junho ter descido. A justificação para este aumento é a evolução das taxas euribor.

  • "Em vez de ajudarem, estavam a tirar fotos dela a morrer"
    1:13
  • Criança irrequieta domina noticiário britânico
    1:19