sicnot

Perfil

Mundo

Detida adolescente chinesa que usou morte do pai para angariar dinheiro pela net

A polícia anunciou hoje a detenção de uma adolescente chinesa, que mentiu ao afirmar numa rede social que o pai tinha morrido nas explosões de Tianjin, e que, alegadamente, angariou milhares de euros de doações 'online'.

© China Stringer Network / Reut

De início, a adolescente escreveu na rede social Sina Weibo que o pai desaparecera na sequência das explosões ocorridas na quarta-feira num terminal de contentores no porto da cidade chinesa de Tianjin, noticia a agência France Presse (AFP).

O número de seguidores da adolescente aumentou 10 vezes depois desta primeira mensagem, explicou na sua página da internet a polícia de Fangchenggang, localidade da região meridional de Guangxi onde a jovem foi detida.

Depois, a jovem publicou uma segunda mensagem na qual referia que o pai fora encontrado morto, o que levou a que mais de 3.000 utilizadores da rede social contribuíssem com mais de 90.000 ienes (cerca de 12.600 euros).

A Sina Weibo criou, recentemente, uma ferramenta designada "recompensa" que permite aos utilizadores transferirem verbas para outros utilizadores.

A adolescente não conseguiu, contudo, gastar o montante angariado já que a conta foi congelada pela Weibo, depois de alertas de utilizadores.

As explosões em Tianjin fizeram 112 mortos e centenas de feridos, temendo as autoridades consequências de eventuais contaminações devido aos produtos perigosos manipulados no local.

Lusa

  • Dois jovens atropelados mortalmente no concelho de Montemor-o-Velho
    2:20
  • Presidente de "O Sonho" suspeito de peculato e fraude
    2:26

    País

    O presidente das três instituições de solidariedade social de Setúbal - incluindo "O Sonho" -, que na sexta-feira foram alvo de buscas, foi constituído arguido. Florival Cardoso é, por enquanto, o único suspeito de peculato e fraude na obtenção de subsídios para as instituições.

  • Manifestação contra mina de urânio junta milhares em Salamanca
    1:39
  • Assalto a Tancos e roubo de armas da PSP podem estar relacionados
    1:24

    País

    O assalto a Tancos e o roubo de armas da PSP, três recuperadas na semana passada, podem estar relacionados. O semanário Expresso avançou este sábado que há suspeitos de terem participado nos dois assaltos e o grupo, ou parte dele, atua principalmente do Algarve, com possíveis ligações a outras organizações espalhadas pelo país ou até transacionais.

  • Cessar-fogo de 30 dias na Síria
    2:07