sicnot

Perfil

Mundo

Detida adolescente chinesa que usou morte do pai para angariar dinheiro pela net

A polícia anunciou hoje a detenção de uma adolescente chinesa, que mentiu ao afirmar numa rede social que o pai tinha morrido nas explosões de Tianjin, e que, alegadamente, angariou milhares de euros de doações 'online'.

© China Stringer Network / Reut

De início, a adolescente escreveu na rede social Sina Weibo que o pai desaparecera na sequência das explosões ocorridas na quarta-feira num terminal de contentores no porto da cidade chinesa de Tianjin, noticia a agência France Presse (AFP).

O número de seguidores da adolescente aumentou 10 vezes depois desta primeira mensagem, explicou na sua página da internet a polícia de Fangchenggang, localidade da região meridional de Guangxi onde a jovem foi detida.

Depois, a jovem publicou uma segunda mensagem na qual referia que o pai fora encontrado morto, o que levou a que mais de 3.000 utilizadores da rede social contribuíssem com mais de 90.000 ienes (cerca de 12.600 euros).

A Sina Weibo criou, recentemente, uma ferramenta designada "recompensa" que permite aos utilizadores transferirem verbas para outros utilizadores.

A adolescente não conseguiu, contudo, gastar o montante angariado já que a conta foi congelada pela Weibo, depois de alertas de utilizadores.

As explosões em Tianjin fizeram 112 mortos e centenas de feridos, temendo as autoridades consequências de eventuais contaminações devido aos produtos perigosos manipulados no local.

Lusa

  • O primeiro eclipse solar do ano
    0:57
  • O Nokia 3310 está de volta
    1:16

    Economia

    A Nokia chegou a ser uma das maiores empresas do mundo devido ao fabrico de telemóveis. Caiu, mas acaba de fazer renascer um dos sucessos de vendas do início do milénio. O anúncio foi feito este domingo, em Barcelona.