sicnot

Perfil

Mundo

União Europeia lamenta morte de ministro paquistanês

A chefe da diplomacia da União Europeia, Federica Mogherini, expressou hoje condolências pela morte, num atentado, do ministro do Interior da província paquistanesa Punjab, Shuja Khanzada, e de outras 11 pessoas, reiterando o seu apoio na luta antiterrorista.

© Khuram Parvez / Reuters

"Expressamos as nossas condolências à familia e amigos do senhor Khanzada e dos outros que perderam a vida no ataque, assim como ao governo provincial e federal", declarou um porta-voz de Mogherini em comunicado, tendo ainda desejado uma rápida recuperação aos feridos.

Segundo o porta-voz, a União Europeia "apoia dos esforços do Paquistão na luta contra o terrorismo".

De acordo com a agência noticiosa France Presse (AFP)morreram pelo menos 14 pessoas no mesmo atentado no Paquistão.

Segundo Mohammad Ashfaq, chefe das forças de socorro, o ataque foi perpetrado por dois atacantes que detonaram bombas num edifício onde se encontrava o ministro provincial do Punjab, Shuja Khanzada.

O ataque, que a polícia vai investigar, causou também ferimentos em 23 pessoas.

Lusa

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marcelo diz que é hora de valorizar o poder local
    0:40

    País

    O Presidente da República diz que este é o momento para valorizar o poder local. Sobre a descida da Taxa Social Única, Marcelo Rebelo de Sousa recusou comentar e negou que haja crispação politica entre Governo e oposição.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.