sicnot

Perfil

Mundo

Presidente da Bolívia avisa de "golpe através do Congresso" no Brasil

O Presidente da Bolívia, Evo Morales, afirmou hoje que o governo da Presidente brasileira Dilma Roussef está a ser alvo de "agressão política" e de "um golpe através do Congresso".

© David Mercado / Reuters

"Sinto que a agressão a Dilma [Roussef] é política, um golpe através do Congresso", declarou em entrevista publicada hoje pelo diário argentino Página/12, citado pela agência espanhola EFE.

"Sinto que o império quer acabar com o património político do PT [Partido dos Trabalhadores]", afirmou, acrescentando que a agressão "já não é só contra Dilma, mas também contra [o ex-presidente] Lula [da Silva]".

Segundo Evo Morales, "há uma ofensiva contra os países com governos anti-imperialistas", com várias formas de "agressão política, como as chantagens e condicionamentos contra a Venezuela".

"Estamos preocupados com o caso da Venezuela, sobretudo pelos problemas económicos", afirmou.

Contudo, para o Presidente, "a posição bolivariana e revolucionária está firme, apesar das agressões políticas e económicas, ou das agressões parlamentares como no Brasil".

Evo Morales defende que "especialmente na América do Sul, os países são anti-imperialistas", e advertiu que "o império divide para derrotar os governos progressistas".

Lusa

  • Alemães protestam contra a Extrema-Direita
    0:39
  • Incêndio urbano em Coimbra deixa cinco pessoas desalojadas

    País

    Um incêndio numa habitação na cidade de Coimbra deixou este domingo cinco pessoas desalojadas, disse à agência Lusa fonte dos Bombeiros Sapadores. Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Coimbra adiantou que o fogo destruiu uma parte substancial de um edifício de três andares em frente à sede da Associação Académica de Coimbra, na rua Padre António Vieira.