sicnot

Perfil

Mundo

Presidente da Bolívia avisa de "golpe através do Congresso" no Brasil

O Presidente da Bolívia, Evo Morales, afirmou hoje que o governo da Presidente brasileira Dilma Roussef está a ser alvo de "agressão política" e de "um golpe através do Congresso".

© David Mercado / Reuters

"Sinto que a agressão a Dilma [Roussef] é política, um golpe através do Congresso", declarou em entrevista publicada hoje pelo diário argentino Página/12, citado pela agência espanhola EFE.

"Sinto que o império quer acabar com o património político do PT [Partido dos Trabalhadores]", afirmou, acrescentando que a agressão "já não é só contra Dilma, mas também contra [o ex-presidente] Lula [da Silva]".

Segundo Evo Morales, "há uma ofensiva contra os países com governos anti-imperialistas", com várias formas de "agressão política, como as chantagens e condicionamentos contra a Venezuela".

"Estamos preocupados com o caso da Venezuela, sobretudo pelos problemas económicos", afirmou.

Contudo, para o Presidente, "a posição bolivariana e revolucionária está firme, apesar das agressões políticas e económicas, ou das agressões parlamentares como no Brasil".

Evo Morales defende que "especialmente na América do Sul, os países são anti-imperialistas", e advertiu que "o império divide para derrotar os governos progressistas".

Lusa

  • O percurso dos rendimentos de Ronaldo
    3:43

    Football Leaks

    O Ministério das Finanças espanhol abriu uma investigação a Cristiano Ronaldo, por eventuais irregularides na declaração dos rendimentos da publicidade. A Gestifute, empresa do agente do avançado do Real Madrid, garante que Ronaldo tem os impostos em dia. A investigação aos documentos extraídos da plataforma informática Football Leaks, liderada pela revista alemã Der Spiegel, e da qual faz parte o jornal Expresso, conseguiu traçar o percurso dos rendimentos do melhor jogador do mundo.

  • Fábio Coentrão investigado por suspeita de delitos fiscais
    3:37

    Football Leaks

    O Ministério Público de Madrid acusou o defesa português Ricardo Carvalho de evasão fiscal e está a investigar Fábio Coentrão por eventuais delitos fiscais. Além dos dois portugueses a justiça acusou ainda o espanhol Xabi Alonso, o argentino Ángel Di María e investiga o colombiano Falcão. As investigações surgem depois da revelação do caso Football Leaks, investigada pelo Expresso e pelo consórcio europeu de jornalistas que tiveram acesso a milhões de documentos.