sicnot

Perfil

Mundo

Revelada ligação entre empresa de armazéns em Tianjin e governo local

Revelada ligação entre empresa de armazéns em Tianjin e governo local

A revista económica chinesa Caijing escreve hoje que quem realmente controla a empresa proprietária do terminal de contentores do porto de Tianjin, onde se registaram fortes explosões, é o filho de um antigo alto dirigente do governo local. Entretanto a Toyota anunciou a suspensão temporária da produção em três fábricas da China devido aos efeitos das explosões. Duas das três linhas de produção da marca japonesa estão localizadas perto do local do acidente e por isso tiveram de ser evacuadas. A explosão de quarta-feira que fez 114 vítimas mortais levou, esta manhã, centenas de moradores às ruas que ficaram com as casas destruídas e reclamam respostas e o apoio do governo.

Apesar de o titular oficial da empresa Ruihai International Logistics ser Zhi Feng e os principais acionistas pessoas com o nome Li Liang e Shu Zheng, com 55% e 45% das ações, respetivamente, quem "realmente controla" a empresa é Dong Mengmeng, diz a revista.

A publicação indica que Dong é o filho do ex-diretor do Gabinete de Segurança Pública do Porto de Tianjin, onde fica o terminal de depósitos.

A ligação entre a empresa e o governo aumenta as suspeitas sobre a opacidade na gestão da catástrofe, sem que ainda tenha sido revelado o que a provocou.

O desastre causou pelo menos 114 mortos e 70 desaparecidos. Desde que se deram as explosões que se revelaram várias possíveis violações às regras de segurança, entre informações oficiais e publicadas pela imprensa.

O Tribunal Supremo Chinês já anunciou uma investigação para apurar possíveis negligências.

Apesar de ainda não ter sido oficialmente confirmado, a hipótese mais forte é que as explosões se deveram ao contacto dos produtos químicos nos contentores -- incluindo cianeto -- com a água usada pelos bombeiros para apagar um incêndio que havia deflagrado previamente.

Ainda não se sabe se a Ruhai International Logistics tinha licença para armazenar estes químicos perigosos, já que a autorização de 2012 não contemplava esta opção, ainda que fontes do Governo local tenham dito na sexta-feira que a licença foi "redefinida" mais tarde.

Com Lusa

  • "A Minha Outra Pátria": o drama da Venezuela no Jornal da Noite
    2:12

    Reportagem Especial

    Quase cinco mil emigrantes regressaram à Madeira nos últimos meses por causa da crise económica, social e política na Venezuela. Os pedidos de ajuda ao Governo Regional dispararam. Muitos luso-venezuelanos voltaram às origens com pouco mais do que a roupa do corpo. "A Minha Outra Pátria" é a Reportagem Especial de hoje.

  • Fogo na Sertã alastrou aos concelhos de Mação e Proença-a-Nova
    2:37

    País

    Mais de 700 bombeiros combatem o incêndio que começou este domingo na Sertã e, durante a noite foi empurrado pelo vento para outros dois concelhos. As chamas atingiram as zonas de Mação e de Proença-a-Nova, onde os habitantes dizem que há várias casas destruídas pelo fogo. Esta manhã, chegaram dois aviões espanhóis para ajudar a controlar as chamas.

  • Milhares de clientes da CGD vão pagar quase 5€/ mês por comissões de conta
    1:24
  • Governo reconhece seca severa no continente desde 30 de junho

    País

    O Governo reconheceu, hoje, a existência de uma situação de seca severa no território continental, desde 30 de junho, que consubstancia um fenómeno climático adverso, com repercussões negativas na atividade agrícola, em despacho publicado hoje em Diário da República.

  • Oposição pressiona Maduro com anúncio de manifestações e greve geral
    1:34
  • Margem mínima de mil votos obriga a negociações intensas em Timor-Leste

    Mundo

    A Fretilin venceu sem maioria absoluta as lesgislativas para o VII Governo constitucional de Timor-Leste. De acordo com os dados oficiais, o partido de Mari Alkatiri obteve perto de 170 mil votos e conquistou 23 deputados. Já o partido de Xanana Gusmão que tinha vencido há cinco anos, ficou em segundo com 167 mil votos e 22 lugares no parlamento, num total de 65.