sicnot

Perfil

Mundo

Polícia tailandesa procura cúmplices do suspeito do atentando em Banguecoque

Polícia tailandesa procura cúmplices do suspeito do atentando em Banguecoque

As autoridades tailandesas investigam a existência de possíveis cúmplices que ajudaram o suspeito do ataque da passada segunda-feira no centro de Banguecoque, quando uma bomba explodiu, matando 20 pessoas e ferindo 123, indicou a polícia.

As câmaras de segurança do recinto religioso onde foi colocado o explosivo captaram um jovem que abandonou uma mochila, onde se acredita que estava escondida uma bomba.

"Suspeitamos que ele é o autor (...) Também procuramos outros suspeitos com ligação à explosão. Este tipo de ataques não é geralmente planeado por uma só pessoa", indicou Prawut Thawornsiri, porta-voz da polícia nacional.

As autoridades não precisaram se o principal suspeito é tailandês ou estrangeiro.

Até à manhã de hoje ninguém tinha reivindicado a autoria do ataque.

Com Lusa

  • Dois jovens atropelados mortalmente no concelho de Montemor-o-Velho
    2:20
  • Presidente de "O Sonho" suspeito de peculato e fraude
    2:26

    País

    O presidente das três instituições de solidariedade social de Setúbal - incluindo "O Sonho" -, que na sexta-feira foram alvo de buscas, foi constituído arguido. Florival Cardoso é, por enquanto, o único suspeito de peculato e fraude na obtenção de subsídios para as instituições.

  • Manifestação contra mina de urânio junta milhares em Salamanca
    1:39
  • Assalto a Tancos e roubo de armas da PSP podem estar relacionados
    1:24

    País

    O assalto a Tancos e o roubo de armas da PSP, três recuperadas na semana passada, podem estar relacionados. O semanário Expresso avançou este sábado que há suspeitos de terem participado nos dois assaltos e o grupo, ou parte dele, atua principalmente do Algarve, com possíveis ligações a outras organizações espalhadas pelo país ou até transacionais.

  • Cessar-fogo de 30 dias na Síria
    2:07