sicnot

Perfil

Mundo

Templo em Banguecoque onde explodiu bomba reabre ao público

Monges budistas lideraram esta quarta-feira as orações para a reabertura do templo em Banguecoque onde uma explosão matou 20 pessoas, numa altura em que a polícia procura um homem suspeito de ter deixado a bomba no local.

A bomba explodiu no final da tarde de segunda-feira, quando o templo Erawan estava repleto de crentes e turistas, mas até agora ninguém reivindicou a autoria do ataque.

A bomba explodiu no final da tarde de segunda-feira, quando o templo Erawan estava repleto de crentes e turistas, mas até agora ninguém reivindicou a autoria do ataque.

© Athit Perawongmetha / Reuters

A bomba explodiu no final da tarde de segunda-feira, quando o templo Erawan estava repleto de crentes e turistas, mas até agora ninguém reivindicou a autoria do ataque.

A explosão da bomba na capital tailandesa matou pelo menos 11 estrangeiros, da China, Hong Kong, Singapura, Indonésia e Malásia. Mais de 100 pessoas ficaram feridas.

Segundo a polícia, uma segunda explosão no porto de Banguecoque, na terça-feira, que não causou feridos, pode estar relacionada com a primeira.

Na terça-feira, a polícia revelou imagens de um homem, aparentemente jovem, com uma t-shirt amarela e calções escuros, a entrar no templo com uma mochila.

No vídeo o rapaz pousa calmamente a mochila debaixo de um banco e afasta-se.

A bomba explodiu minutos mais tarde, levando a polícia tailandesa a considerar este homem o principal suspeito.

Lusa

  • Pelo menos 27 pessoas morreram após explosão em Banguecoque
    1:17

    Mundo

    A explosão que ocorreu em Banguecoque, na Tailândia, vitimou 27 pessoas, até ao momento. Entre as vítimas estão dois turistas chineses e um filipino. A explosão aconteceu numa zona comercial, em hora de ponta. As autoridades encontraram um segundo engenho que foi detonado e, no local, poderá estar ainda uma terceira bomba. As suspeitas recaem sobre separatistas muçulmanos do sul do país.

  • Polícia tailandesa procura jovem suspeito do atentado em Banquecoque
    2:25

    Mundo

    Um dia depois do mais mortífero ataque na Tailândia, uma segunda explosão foi ouvida em Banguecoque. De acordo com a polícia tailandesa, um engenho explosivo foi atirado de uma ponte, junto a um cais, mas acabou por cair ao rio, sem provocar vítimas. Esta segunda explosão acontece num momento em que as autoridades tailandesas procuram identificar um homem que aparece nas imagens captadas por câmaras de segurança com um comportamento suspeito.

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Guterres apela à Coreia do Norte para cumprir resoluções

    Mundo

    O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, apelou este sábado ao ministro do Exterior da Coreia do Norte, Ri Yong Ho, para o cumprimento das resoluções que o Conselho de Segurança impôs ao país em resposta à sua escalada armada.

  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.