sicnot

Perfil

Mundo

Angela Merkel e Dilma Rousseff reúnem-se hoje em Brasília

A Presidente brasileira Dilma Rousseff e a chanceler alemã Angela Merkel reúnem-se esta quinta-feira em Brasília para passar em revista a cooperação bilateral e eventuais investimentos.

Merkel, que chegou ao Brasil na quarta-feira, está acompanhada de uma comitiva de 12 ministros, que deverão se encontrar com os homólogos brasileiros. Em seguida, as chefes de governo e respetivas comitivas terão uma reunião ampliada, também em Brasília.

Merkel, que chegou ao Brasil na quarta-feira, está acompanhada de uma comitiva de 12 ministros, que deverão se encontrar com os homólogos brasileiros. Em seguida, as chefes de governo e respetivas comitivas terão uma reunião ampliada, também em Brasília.

© Ueslei Marcelino / Reuters

Merkel, que chegou ao Brasil na quarta-feira, está acompanhada de uma comitiva de 12 ministros, que deverão se encontrar com os homólogos brasileiros. Em seguida, as chefes de governo e respetivas comitivas terão uma reunião ampliada, também em Brasília.

Alemanha e Brasil são parceiros comerciais e económicos, e a novidade da visita de Merkel deverá ser a inauguração de acordos de cooperação áreas das políticas tecnológicas e educacionais, segundo o Governo brasileiro.

Entre os temas que deverão ser discutidos está também o meio ambiente e o desenvolvimento. Após a reunião com os ministros, haverá uma declaração conjunta à imprensa e um almoço reservado com as chefes de Governo.

Merkel termina sua visita oficial ao Brasil hoje à tarde (hora local).

Lusa

  • Negligência é a principal causa dos incêndios
    1:32

    País

    A Polícia Judiciária deteve mais dois suspeitos de fogo posto este fim de semana. Ao todo já foram detidas pelo menos 99 pessoas pelas autoridades desde o início do ano, a maioria suspeitas de agirem intencionalmente. Mas desde 1 de janeiro até meados deste mês, dos 8 mil incêndios investigados pela GNR, mais de 3.300 tiveram causa negligente. 

  • Nicolás Maduro quer convocar "cimeira mundial de solidariedade"

    Mundo

    O Presidente venezuelano, Nicolás Maduro, reiterou este sábado que convocará uma "cimeira mundial de solidariedade" com o país, que permita atenuar a "campanha criminosa" que considera existir contra a Venezuela, cujo Governo está cada vez mais isolado internacionalmente.

  • Concentração de motos em Góis
    2:28

    País

    Durante este fim de semana, decorre uma das concentrações de motards mais concorridas do país. A organização esperava cerca de 20 mil visitantes em Góis.