sicnot

Perfil

Mundo

Manifestações nos EUA após a morte de jovem negro pela polícia

Dezenas de pessoas manifestaram-se na quarta-feira nas ruas de St. Louis (Missouri, Estados Unidos), localidade próxima de Ferguson, depois de um jovem negro armado ter morrido na sequência de um confronto com a polícia.

Várias pessoas foram detidas por bloquearem a circulação das ruas da cidade e por lançarem objetos, incluindo pedras da calçada, contra as forças de segurança, informou a polícia de St. Louis.

Várias pessoas foram detidas por bloquearem a circulação das ruas da cidade e por lançarem objetos, incluindo pedras da calçada, contra as forças de segurança, informou a polícia de St. Louis.

© Lawrence Bryant / Reuters

Várias pessoas foram detidas por bloquearem a circulação das ruas da cidade e por lançarem objetos, incluindo pedras da calçada, contra as forças de segurança, informou a polícia de St. Louis.

Dois agentes da polícia municipal deslocaram-se na quarta-feira, com um mandado de busca, a um dos bairros mais conflituosos da cidade, mas antes que pudessem entrar na casa, dois jovens negros fugiram pela porta traseira, informou o chefe da polícia de St. Louis, Sam Dotson.

Os agentes ordenaram aos jovens que parassem, altura em que um deles apontou uma arma a um dos polícias, que, por sua vez, dispararam contra ele quatro vezes, matando-o, explicou Dotson.

O diário local St. Louis Post-Dispatch identificou o jovem morto como Mansur Ball-Bey, de 18 anos.

"Os agentes procuravam armas, estavam ali devido a crimes violentos, à procura de pessoas que tinham cometido crimes na vizinhança", disse Dotson, esclarecendo que a arma que o falecido apontou aos polícias era roubada e que os agentes encontraram também cocaína na casa.

Várias dezenas de manifestantes negros deslocaram-se ao local dos acontecimentos e manifestaram-se contra a polícia.

St. Louis fica próxima da Ferguson, onde morreu no ano passado o jovem negro Michael Brown, baleado por um polícia branco.

Lusa

  • Duas pessoas baleadas durante homenagem a Michael Brown nos EUA

    Mundo

    Pelo menos duas pessoas foram baleadas durante as cerimónias de homenagem a Michael Brown, um jovem negro abatido há um ano por um polícia em Ferguson. Os disparos ocorreram quando a polícia tentava dispersar um grupo de manifestantes que partiu montras, assaltou lojas e tentou bloquear o trânsito no percurso definido pela marcha.

  • O dia que roubou dezenas de vidas em Pedrógrão Grande
    3:47
  • Morreu Miguel Beleza

    País

    Miguel Beleza, economista e antigo ministro das Finanças, morreu esta quinta-feira de paragem cardio-respiratória aos 67 anos.

  • "Estamos a ficar sem espaço. Está na hora de explorar outros sistemas solares"

    Mundo

    O físico e cientista britânico Stephen Hawking revelou alguns dos seus desejos para um novo plano de expansão espacial. Hawking está em Trondheim, na Noruega, para participar no Starmus Festival que promove a cultura científica. E foi lá que o físico admitiu que a população mundial está a ficar sem espaço na Terra e que "os únicos lugares disponíveis para irmos estão noutros planetas, noutros universos".

    SIC

  • Não posso usar calções... visto saias

    Mundo

    Perante a proibição de usar calções no emprego, um grupo de motoristas franceses adotou uma nova moda para combater o calor. Os trabalhadores decidiram trocar as calças por saias, visto que a peça de roupa é permitida no uniforme da empresa para a qual trabalham.

  • De refugiada a modelo: a história de Mari Malek

    Mundo

    Mari Malek chegou aos Estados Unidos da América quando era ainda uma criança. Chegada do Sudão do Sul, a menina era uma refugiada à procura de um futuro melhor, num país que não era o seu. Agora, anos depois, Mari Malek é modelo, DJ e atriz, e vive em Nova Iorque. Fundou uma organização sediada no país onde nasceu voltada para as crianças que passam por dificuldade, como também ela passou.