sicnot

Perfil

Mundo

Violência e sexo não vendem, revela estudo norte-americano

Um estudo da Universidade de Ohio, Estados Unidos, concluiu que o sexo e a violência na televisão, cinema e imprensa não servem para vender mais, tendo até um impacto negativo, desmentindo uma ideia que marcou a indústria da publicidade.

© Jason Reed / Reuters

Em geral, os conteúdos violentos ou com carga sexual têm um impacto negativo no produto ou não têm qualquer impacto, segundo as conclusões divulgadas na quinta-feira.

"A violência e o sexo nunca ajudam ou, por vezes, prejudicam a eficácia da publicidade", assegura o estudo.

Os investigadores analisaram as reações de 8.500 participantes em meia centena de experiências para determinar os efeitos do sexo e da violência na atitude em relação às marcas, nas intenções de compra e no impacto na memória dos telespetadores.

O conteúdo sexual afetou negativamente a memorização do produto, enquanto a atitude para com uma marca tornou-se mais negativa no caso de anúncios violentos, em comparação com aqueles de conteúdo considerado neutro.

Assim, a intenção de compra diminui se a marcar estiver envolta em conteúdo sexual ou violento, conclui.

Lusa

  • Marcelo lembra como foi tratada a tragédia durante a ditadura
    2:25

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Marcelo Rebelo de Sousa não quis comentar diretamente a polémica em torno da lista das vítimas mortais de Pedrógão Grande, mas recorreu às cheias de 1967 para lembrar como as tragédias eram tratadas no tempo da ditadura. O Presidente da República defendeu que não é possível esconder a dimensão de uma tragédia num regime democrático. Há 50 anos, Marcelo Rebelo de Sousa acompanhou de perto a forma como o regime tentou esconder a verdadeira dimensão do incidente.

  • Ministra admite falhas no SIRESP no presente e no passado
    2:35

    País

    A ministra da Administração Interna admitiu, esta quinta-feira, que o SIRESP falha no presente tal como já falhou no passado, quando a tutela pertencia ao Governo PSD. Os sociais-democratas quiserem ouvir Constança Urbano de Sousa na comissão parlamentar mas desta vez a ministra defendeu-se com um ataque. 

  • "Comecei por ajudar uma família que me pediu um plástico para se proteger"
    4:51
  • Míssil lançado do Iémen intercetado perto de Meca

    Mundo

    Um míssil balístico lançado pelos rebeldes xiitas do Iémen foi intercetado, quinta-feira à noite, perto de Meca, na Arábia Saudita, a um mês da peregrinação muçulmana anual do hajj, anunciou a coligação árabe que intervém no Iémen.