sicnot

Perfil

Mundo

Lula e Rousseff admitem crise e prometem que o Brasil vai voltar a crescer

O ex-presidente do Brasil Luiz Inácio Lula da Silva e a sua sucessora e aliada política Dilma Rousseff prometeram, no sábado, aos brasileiros que o Governo vai tirar o país da crise.

© Ueslei Marcelino / Reuters

"Há muitos brasileiros a sofrer, mas juntos vamos sair desta situação. Estamos num ano de travessia e essa travessia vai levar o Brasil a um lugar melhor. Estamos a atualizar as bases da economia e vamos voltar a crescer com todo nosso potencial", afirmou Rousseff, num vídeo de promoção do Partido dos Trabalhadores.

Por seu lado, Lula reconheceu que "a situação não é fácil" mas considerou que o Brasil "é muito grande para estar assustado com uma crise económica, por mais grave que seja".

"Vamos controlar a inflação, gerar emprego e derrotar o pessimismo. Não há dúvidas, o Brasil vai voltar a crescer", assegurou o ex-presidente, que está a ser investigado pelo Ministério Público por suspeitas de tráfico de influências para favorecer a construtora Odebrecht, após ter concluído o seu mandato.

Para o ex-presidente, o país passou por muitas crises, "algumas muito piores que a atual", e o "povo brasileiro sempre soube vencê-las".

"Não tenho a menor dúvida que também venceremos esta", acrescentou.

Os discursos dos dois políticos surgem num momento em que a popularidade de Rousseff e do Governo brasileiro se encontra em mínimos históricos devido ao enorme escândalo de corrupção envolvendo a petrolífera estatal Petrobras e a delicada situação económica do país.

Segundo as projeções oficiais, o Produto Interno Bruto do Partido vai contrair este ano 1,5%, apesar de os analistas de mercados financeiros serem mais pessimistas e preverem uma retração de 2%. A este cenário junta-se o aumento dos índices de desemprego e a subida da inflação, que pode chegar aos dois dígitos no fim do ano.

Lusa

  • Proteção Civil desmobiliza meios em Setúbal

    País

    A Proteção Civil vai começar a desmobilizar, hoje à tarde, meios de combate ao incêndio que deflagrou na terça-feira em Setúbal e que já está em fase de rescaldo, disse à agência Lusa o vereador da Proteção Civil Municipal.

  • Marcelo lembra ditadura para deixar elogios à liberdade de imprensa e separação de poderes
    0:29
  • Portugal condenado por decisão "discriminatória e preconceituosa"
    1:19

    País

    Portugal voltou a ser condenado pelo Tribunal Europeu dos Direitos do Homem, desta vez por causa de uma decisão discriminatória e preconceituosa. Trata-se do caso da mulher a quem o Supremo Tribunal Administrativo baixou o valor de uma indemnização por negligência médica. Entre os vários argumentos usados, os juízes portugueses consideraram que a sexualidade é menos importante quando se tem 50 anos e dois filhos.

  • "Lancei um tema que os portugueses há muito queriam discutir"
    11:26

    País

    O candidato do PSD à Câmara Municipal de Loures, André Ventura, foi entrevistado esta terça-feira na Edição da Noite da SIC Notícias. Em análise, a polémica em torno das declarações do candidato sobre a comunidade cigana.

    Entrevista SIC Notícias

  • Rajoy nega conhecimento de financiamentos ilegais no PP

    Mundo

    O primeiro-ministro espanhol negou hoje ter conhecimento de um esquema ilegal de financiamento, que envolve vários responsáveis do Partido Popular (PP, direita), que lidera. Durante uma audição no tribunal, Mariano Rajoy garantiu ainda que não aceitou nenhum pagamento ilícito.