sicnot

Perfil

Mundo

Quase duas dezenas de polícias brasileiros investigados pela morte de 18 pessoas

A comissão de controlo interno da Polícia Militar (PM) do Brasil está a investigar 18 agentes pela possível participação numa série de homicídios que, na semana passada, mataram 18 pessoas em três horas, na zona metropolitana de São Paulo.

© STRINGER Brazil / Reuters

De acordo com fontes da PM, citadas pela imprensa local, ficou provado que o assassínio das 18 pessoas foi cometido por um grupo organizado com intenção de se vingar.

O ataque, em que também ficaram feridas seis pessoas, aconteceu uma semana depois da morte de um polícia militar em Osasco e de um guarda metropolitano em Barueri, o que, segundo as autoridades, reforça a tese da vingança, já que os homicídios das 18 pessoas ocorreram nestas duas localidades.

Dois dos sobreviventes asseguraram à comissão de controlo interno da PM que viram um carro da polícia junto a um dos veículos de onde saíram os homens que dispararam sobre as vítimas em Osasco

As testemunhas também afirmaram que viram outro carro de uma empresa a passar pelo local do ataque 20 minutos antes dos homicídios.

Na sexta-feira, a Comissão Interamericana dos Direitos Humanos (CIDH) instou o Brasil a esclarecer o que aconteceu e a identificar, processar e punir os responsáveis.

No entanto, a Secretaria de Segurança de São Paulo defendeu que tem estado a investigar os acontecimentos e sublinhou que a CIDH mostrou "total desconhecimento" nas suas declarações.

Lusa

  • Não há risco de colapso do viaduto de Alcântara
    1:35

    País

    O desvio de um pilar do viaduto de Alcântara obrigou esta quarta-feira ao corte do trânsito e da circulação de comboios da linha de Cascais. O estrago terá sido provocado por um camião que embateu na estrutura durante a noite. A circulação ferroviária foi retomada a meio da manhã, mas o viaduto só será reaberto esta quinta-feira.

  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vitima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Romeu e Julieta nasceram no mesmo dia e no mesmo hospital

    Mundo

    Na Carolina do Sul, nos EUA, dois bebés tinham o parto marcado para 26 de março mas decidiram nascer mais cedo: exatamente no mesmo dia, apenas com uma diferença de 18 horas. Os pais não se conheciam e, curiosamente, deram o nome aos recém nascidos de Romeo e Juliet (em português, Romeu e Julieta).

  • Túmulo de Jesus Cristo restaurado

    Mundo

    Após 10 meses de obras de restauro, o túmulo onde Jesus Cristo terá sido sepultado foi esta quarta-feira revelado numa cerimónia na igreja do Santo Sepulcro, em Jerusalém.