sicnot

Perfil

Mundo

Líder conservador acusa Tsipras de provocar eleições desnecessárias

O líder dos conservadores gregos, Vangelis Meimarakis, acusou hoje o primeiro-ministro, Alexis Tsipras, de ter provocado eleições desnecessárias e instou-o a aceitar o apelo da oposição para formar um governo de unidade nacional.

reuters

"O país avança para eleições por responsabilidade pessoal de Alexis Tsipras", disse Meimarakis depois de se reunir com o presidente, Prokopis Pavlopoulos, a quem devolveu o mandato para formar governo por ter fracassado nos contactos com os restantes líderes partidários.

O líder da Nova Democracia sublinhou que o próprio Tsipras "admitiu que o risco de um 'Grexit' (saída da Grécia do euro) ainda existe" para apelar para que "se evite o desastre nacional de eleições antecipadas, que vão provocar novas medidas dolorosas".

Meimarakis insistiu que ainda há tempo para um entendimento nacional e para a formação de um governo maioritário, afirmando que "nunca houve um tão amplo apoio da oposição ao governo desde o fim da ditadura".

Esgotado o prazo dado a Meimarakis, Prokopis Pavlopoulos vai dar hoje um mandato exploratório ao líder da Unidade Popular, partido nascido da cisão no Syriza.

Panayotis Lafazanis tem um prazo de três dias, até quarta-feira, para formar um governo de maioria parlamentar.

Se não o conseguir, como preveem observadores, o presidente deverá convocar uma reunião dos líderes partidários para explorar a hipótese de formar um governo de amplo apoio. Não sendo possível, Pavlopoulos nomeará um governo interino e convocará eleições antecipadas.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.