sicnot

Perfil

Mundo

Líder conservador acusa Tsipras de provocar eleições desnecessárias

O líder dos conservadores gregos, Vangelis Meimarakis, acusou hoje o primeiro-ministro, Alexis Tsipras, de ter provocado eleições desnecessárias e instou-o a aceitar o apelo da oposição para formar um governo de unidade nacional.

reuters

"O país avança para eleições por responsabilidade pessoal de Alexis Tsipras", disse Meimarakis depois de se reunir com o presidente, Prokopis Pavlopoulos, a quem devolveu o mandato para formar governo por ter fracassado nos contactos com os restantes líderes partidários.

O líder da Nova Democracia sublinhou que o próprio Tsipras "admitiu que o risco de um 'Grexit' (saída da Grécia do euro) ainda existe" para apelar para que "se evite o desastre nacional de eleições antecipadas, que vão provocar novas medidas dolorosas".

Meimarakis insistiu que ainda há tempo para um entendimento nacional e para a formação de um governo maioritário, afirmando que "nunca houve um tão amplo apoio da oposição ao governo desde o fim da ditadura".

Esgotado o prazo dado a Meimarakis, Prokopis Pavlopoulos vai dar hoje um mandato exploratório ao líder da Unidade Popular, partido nascido da cisão no Syriza.

Panayotis Lafazanis tem um prazo de três dias, até quarta-feira, para formar um governo de maioria parlamentar.

Se não o conseguir, como preveem observadores, o presidente deverá convocar uma reunião dos líderes partidários para explorar a hipótese de formar um governo de amplo apoio. Não sendo possível, Pavlopoulos nomeará um governo interino e convocará eleições antecipadas.

  • Luís Pina indiciado por quatro crimes de tentativa de homicídio
    2:24
  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.