sicnot

Perfil

Mundo

Coreia do Sul anuncia conclusão das negociações com a Coreia do Norte

A Coreia do Sul e a Coreia do Norte concluíram na terça-feira (segunda-feira em Lisboa) uma maratona negocial para tentar travar o clima de tensão militar na península, divulgou a Presidência sul-coreana.

© KCNA KCNA / Reuters

As negociações na localidade fronteiriça de Panmunjom terminaram pouco antes da uma da manhã de terça-feira (17:00 de segunda-feira em Lisboa), estando prevista uma comunicação dentro de uma hora, segundo indicou o porta-voz da Casa Azul (residência presidencial sul-coreana).

Segundo informações divulgadas pela agência noticiosa sul-coreana Yonhap, citadas pela estação britânica BBC, as duas Coreias alcançaram um acordo para aliviar o clima de tensão militar sentido na península após uma série de incidentes fronteiriços.

Seul e Pyongyang tinham os respetivos contingentes militares em alerta depois de uma breve troca de tiros na zona fronteiriça na passada quinta-feira.

A Coreia do Norte ameaçou usar a força para acabar com a transmissão de propaganda por parte da Coreia do Sul.

As autoridades sul-coreanas começaram a transmitir os conteúdos de propaganda depois de dois soldados sul-coreanos terem ficado feridos na sequência de uma explosão de minas antipessoais, um incidente que Seul atribuiu ao regime de Pyongyang.

As duas Coreias iniciaram no passado sábado uma maratona negocial, com funcionários de alto nível, com vista a tentar evitar uma escalada da tensão na península.

Lusa

  • Avioneta despenha-se em centro comercial de Melbourne

    Mundo

    Uma avioneta com cinco pessoas a bordo caiu num centro comercial perto do aeroporto de Essendon em Melbourne. Segundo a polícia do estado de Vitória tratava-se de um voo charter com destino a King Island, situada entre a parte continental da Austrália e a ilha da Tasmânia.

  • Acha que conhece o seu país?
    27:42
  • Jornalista bielorrusso come jornal após perder aposta

    Desporto

    Vyacheslav Fedorenko, editor de desporto de um importante jornal da Bielorrúsia, apostou que o Dinamo Minsk não chegaria aos play-offs da Kontinental Hockey League (KHL), uma liga internacional dominada por equipas russas. Perdeu e acabou a comer as próprias palavras, impressas em papel.