sicnot

Perfil

Mundo

Duas mil pessoas manifestaram-se em frente à sede da Petrobras no Rio de Janeiro

Mais de 2.000 pessoas manifestaram-se hoje junto à sede da Petrobras, no Rio de Janeiro, contra a diminuição de trabalhadores na petrolífera brasileira, originado pelo escândalo de corrupção que envolveu a empresa e pela crise económica que o país enfrenta.

© Sergio Moraes / Reuters

"Petrobras dá-me o meu dinheiro. Eu trabalhei", era uma das mensagens que se lia nas bandeiras dos manifestantes, segundo relatou a agência de notícias francesa (AFP).

Os manifestantes exigem que seja retomada a construção do complexo da refinaria de petróleo Comperj, que se estende por 45 quilómetros quadrados em Itaboraí, a cerca de 40 quilómetros do Rio de Janeiro.

A interrupção dos trabalhos, devido à falta de dinheiro após o escândalo de corrupção que afetou a companhia, levou a uma queda de 50% no lucro de quinze municípios da região, de acordo com os números avançados pelos perfeitos dessas cidades.

A Petrobras, que perdeu mais de dois mil milhões de dólares (cerca de 1,72 mil milhões de euros) devido ao esquema de corrupção que a atingiu, apelidado de Petrolão, que está sob a investigação das autoridades brasileiras, anunciou que vai concluir os trabalhos de construção da refinaria, completados em 85%, caso encontre novas parcerias para o efeito.

"Estou aqui para defender a minha cidade, Itaboraí, que deixou de oferecer oportunidades de trabalho após o fim dos trabalhos para o Comperj. Muitos dos meus amigos e vizinhos estão desempregados", afirmou à AFP Maria José da Silva, aposentada de 60 anos.

Várias empresas contratadas para a construção da refinaria são suspeitas de fazer parte do cartel que pagou subornos a diretores da Petrobras para ganhar contratos que eram sobrefaturados.

Uma parte das comissões pagas aos parlamentares envolvidos no esquema de corrupção atingiu a coligação de esquerda no poder no Brasil.

Este escândalo obrigou a Petrobras a reduzir os seus investimentos e a bloquear os contratos de algumas empresas acusadas de pertencerem à rede de corrupção. E vários empresários do setor da construção foram detidos.

A Petrobras revelou que no complexo de Comperj trabalham agora 11.500 pessoas, longe das 35.000 que trabalhavam em 2013.

A taxa de crescimento do Brasil, a sétima maior economia do mundo, é baixa há quatro anos consecutivos e o seu Produto Interno Bruto (PIB) deverá cair este ano, escreveu a AFP.

Lusa

  • Não há risco de colapso do viaduto de Alcântara
    1:35

    País

    O desvio de um pilar do viaduto de Alcântara obrigou esta quarta-feira ao corte do trânsito e da circulação de comboios da linha de Cascais. O estrago terá sido provocado por um camião que embateu na estrutura. A circulação ferroviária foi retomada a meio da manhã, mas o viaduto só será reaberto esta quinta-feira.

  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Romeu e Julieta nasceram no mesmo dia e no mesmo hospital

    Mundo

    Na Carolina do Sul, nos EUA, dois bebés tinham o parto marcado para 26 de março mas decidiram nascer mais cedo: exatamente no mesmo dia, apenas com uma diferença de 18 horas. Os pais não se conheciam e, curiosamente, deram o nome aos recém nascidos de Romeo e Juliet (em português, Romeu e Julieta).

  • Gelo nos polos recua para recordes mínimos

    Mundo

    A extensão de gelo polar dos oceanos Ártico e Antártico atingiu recordes mínimos a 13 de fevereiro, perdendo o equivalente a uma área maior do que o México, informou esta quarta-feira a agência espacial norte-americana NASA.

  • Túmulo de Jesus Cristo restaurado

    Mundo

    Após 10 meses de obras de restauro, o túmulo onde Jesus Cristo terá sido sepultado foi esta quarta-feira revelado numa cerimónia na igreja do Santo Sepulcro, em Jerusalém.