sicnot

Perfil

Mundo

Governo brasileiro anuncia que vai cortar 10 dos atuais 39 ministérios

O Governo brasileiro irá cortar 10 dos atuais 39 ministérios até ao fim de setembro, a fim de reduzir os gastos públicos e promover um excedente fiscal, afirmou hoje o ministro do Planeamento, Nelson Barbosa.

© Sergio Moraes / Reuters

O número de cargos e de secretarias do Executivo também deve ser diminuído, informou Nelson Barbosa em declarações à imprensa após a reunião de coordenação política do Governo, que se realiza às segundas-feiras.

Para o ministro, a reforma ministerial irá "melhorar a gestão da máquina pública".

Outras medidas que serão tomadas para cortar gastos são a diminuição das contas de luz e água dos ministérios e dos gastos com passagens aéreas.

Nelson Barbosa afirmou ainda que os investimentos em programas sociais não serão prejudicados, mas não divulgou quais os ministérios que devem desaparecer.

A reforma ministerial, apesar de dar bons sinais ao mercado financeiro, pode desagradar aos partidos que integram a coligação da Presidente Dilma Rousseff, que poderá perder cargos nos ministérios.

A medida, portanto, pode prejudicar a governabilidade do país, que vive presentemente crises política e económica.

O vice-Presidente Michel Temer irá sair da articulação política do Governo com o Legislativo, função que está a exercer para encontrar consensos para votações.

Segundo a Globo News, o vice-Presidente reuniu-se hoje com Rousseff e decidiu que continuará no cargo, mas deixará a articulação com parlamentares.

O Governo brasileiro ainda não se manifestou oficialmente sobre o tema.

Lusa

  • Negócios do Fogo
    22:00
  • Direção da Raríssimas na Madeira demitiu-se em setembro
    1:58

    País

    Três representantes da Raríssimas na ilha da Madeira demitiram-se, em setembro, de costas voltas para a direção. A delegação da instituição na ilha começou em 2015 e fechou com as três demissões. Em entrevista à SIC, uma das antigas delegadas afirmou que todos os fundos angariados foram para a sede, em Lisboa, ficando depois sem dinheiro para pagas as despesas.

  • Deputado do PSD recusa vice-presidência da Raríssimas
    1:58

    País

    Nas reações políticas ao caso da Raríssimas, o PSD e CDS dizem que é preciso acionar todos os mecanismos legais apropriados para averiguar a situação. O deputado social-democrata, Ricardo Baptista Leite, que tinha sido convidado recentemente para vice-presidente da instituição, diz que já não há condições para tomar posse.

  • Presidente da Câmara de Nova Iorque confirma "atentado terrorista falhado"
    0:29
  • Israel volta a bombardear posições do Hamas em Gaza

    Mundo

    O exército israelita voltou a bombardear esta segunda-feira posições do movimento Hamas na Faixa de Gaza em resposta ao lançamento de projéteis em direção a Israel pelas milícias palestinianas, informou um comunicado militar.

  • A brincadeira de um youtuber que podia ter acabado mal

    Mundo

    Um jovem youtuber inglês enfiou a cabeça num saco de plástico, prendeu-a na parte interna de um microondas e encheu depois o eletrodoméstico com cimento. A brincadeira, que podia ter acabado de forma trágica, deixou o jovem completamente preso e obrigou à intervenção dos serviços de emergência.

    SIC

  • "Popeye" russo pode ter que amputar braços

    Mundo

    Um jovem russo injetou um óleo no corpo para conseguir ter músculos, mais propriamente nos seus braços, que já cresceram cerca de 25 centímetros. Contudo, segundo um médico, o procedimento pode levar à necessidade de amputação, deixando o jovem sem os membros.