sicnot

Perfil

Mundo

Japonês de 112 anos reconhecido como o homem mais velho do mundo

O japonês Yasutaro Koide, de 112 anos, foi reconhecido como o homem mais velho do mundo ainda vivo pelo Livro Guinness dos Recordes, informam hoje os 'media' nipónicos.

O homem mais velho do mundo, Yasutaro Koide, é japonês, e celebrou 112 anos em março.

O homem mais velho do mundo, Yasutaro Koide, é japonês, e celebrou 112 anos em março.

© KYODO Kyodo / Reuters

Yasutaro Koide recebeu o reconhecimento após a morte em julho do também japonês Sakari Momoi, que o superava em termos de idade por aproximadamente um mês de diferença.

Yasutaro Koide, que nasceu a 13 de março de 1903, que trabalhou como alfaiate, passa atualmente os dias entre a sua casa e um centro diurno na cidade de Nagoya (centro do Japão), para onde se mudou quando tinha 107 anos para estar mais perto da filha.

Apesar da avançada idade, Yasutaro Koide é capaz de andar sozinho em casa -- embora utilize uma cadeira de rodas na maior parte do tempo --, não usa placa dentária e lê o jornal sem óculos, como destaca a organização Guinness World Records em comunicado.

O título de mulher mais longeva do mundo ainda viva pertencia à também japonesa Misao Okawa, até à sua morte em abril último, menos de um mês depois de ter cumprido 117 anos.

O recorde é atualmente ostentado por Susannah Mushatt Jones, uma mulher de 116 anos, residente em Brooklyn, Nova Iorque.

O Japão é, a seguir ao Mónaco, o país do mundo com a maior esperança média de vida, superior aos 80 anos em ambos os géneros.

Lusa

  • Marcelo lembra como foi tratada a tragédia durante a ditadura
    2:25

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Marcelo Rebelo de Sousa não quis comentar diretamente a polémica em torno da lista das vítimas mortais de Pedrógão Grande, mas recorreu às cheias de 1967 para lembrar como as tragédias eram tratadas no tempo da ditadura. O Presidente da República defendeu que não é possível esconder a dimensão de uma tragédia num regime democrático. Há 50 anos, Marcelo Rebelo de Sousa acompanhou de perto a forma como o regime tentou esconder a verdadeira dimensão do incidente.

  • Ministra admite falhas no SIRESP no presente e no passado
    2:35

    País

    A ministra da Administração Interna admitiu, esta quinta-feira, que o SIRESP falha no presente tal como já falhou no passado, quando a tutela pertencia ao Governo PSD. Os sociais-democratas quiserem ouvir Constança Urbano de Sousa na comissão parlamentar mas desta vez a ministra defendeu-se com um ataque. 

  • "Comecei por ajudar uma família que me pediu um plástico para se proteger"
    4:51
  • Míssil lançado do Iémen intercetado perto de Meca

    Mundo

    Um míssil balístico lançado pelos rebeldes xiitas do Iémen foi intercetado, quinta-feira à noite, perto de Meca, na Arábia Saudita, a um mês da peregrinação muçulmana anual do hajj, anunciou a coligação árabe que intervém no Iémen.