sicnot

Perfil

Mundo

Tufão Goni no sudoeste do Japão depois de ter causado 26 mortos nas Filipinas

O Tufão Goni deixou um rasto de destruição em Oquinava, no Japão. Há registo de ferimentos ligeiros em cinco pessoas. Na passagem pelas Filipanas, causou pelo menos 26 mortos.

HITOSHI MAESHIRO/EPA

Mais de 100 voos foram anulados por companhias aéreas nipónicas e milhares de casas estavam sem eletricidade nas ilhas do extremo sul do arquipélago.

De acordo com a agência meteorológica japonesa, o 15.º tufão da época na Ásia encontrava-se às 13:00 (05:00 em Lisboa) a 140 quilómetros a noroeste da principal ilha de Okinawa.

O tufão dirige-se para nordeste a uma velocidade de 35 quilómetros por hora e com rajadas de vento de 252 quilómetros por hora, precisou a agência.

Na ilha japonesa de Ishigakijima (extremo sul) registaram-se já cinco feridos ligeiros, indicou a agência de gestão das catástrofes naturais japonesa.

Cerca de 21.400 casas no arquipélago de Okinawa ficaram sem eletricidade, disse a companhia regional.

O Goni deverá atingir a ilha de Kyushu (sul) na terça-feira e atravessar a zona em direção a norte, de acordo com as previsões dos meteorologistas, que aconselharam os residentes a tomar precauções.

Este tufão passou ao largo de Taiwan, depois de ter devastado o norte das Filipinas, onde desencadeou aluimentos de terra e inundações e matou pelo menos 26 pessoas, refere o último balanço das equipas de socorro.

A Ásia regista todos os anos entre 20 e 30 tufões, metade dos quais afeta o Japão.

Com Lusa

  • "Cada drama, cada problema, cada testemunho, impressiona muito"
    1:55
  • Clínica veterinária em Tondela recebeu dezenas de animais feridos nos fogos
    2:57
  • Temperaturas sobem até ao final do mês
    1:09

    País

    O tempo não dá tréguas e, até ao final do mês, as temperaturas vão atingir valores acima do normal para esta época do ano. As temperaturas máximas vão subir entre os 25 e os 32 graus. O risco de incêndio aumenta a partir desta segunda-feira em todo o país e os meios aéreos, viaturas, operacionais e equipas de patrulha vão ser reforçados.

  • Maioria das praias do Algarve já não tem nadador-salvador
    2:19

    País

    A lei não obrigada os concessionários a garantir o serviço e, por isso, a esmagadora maioria das praias do Algarve está sem vigilância desde 30 de setembro. Ainda assim, os areais vão atraindo milhares de banhistas com as temperaturas altas que ainda se fazem sentir. Um nadador-salvador recomenda os banhistas a não nadar e, em dias de ondulação, evitar caminhadas à beira-mar.

  • Parlamento catalão vai responder à ativação do artigo 155
    1:54
  • A história por detrás da fotografia que correu (e impressionou) o Mundo

    Mundo

    Depois dos incêndios da semana passada na Galiza, começou a circular na internet e nas redes sociais a imagem de uma cadela que alegadamente levava a sua cria carbonizada na boca. Contudo, a cadela é na verdade macho e chama-se Jacki. Esta é a história do cão que passou os dias após os fogos a recolher animais mortos para os enterrar num campo perto de uma igreja, em Coruxo, Vigo.

    SIC

  • Quando o cão de Macron fez chichi no gabinete do Presidente francês
    0:31