sicnot

Perfil

Mundo

Atacante do TGV em França tinha 270 munições de espingarda de assalto

O autor do ataque perpetrado na sexta-feira no comboio que fazia a ligação Amsterdão-Paris tinha uma AKM (versão da famosa espingarda de assalto 'Kalashnikov'), 270 munições e uma garrafa de meio litro com combustível, segundo fonte judicial.

Os investigadores franceses determinaram que Ayoub el-Khazzani, marroquino de 25 anos, chegou à Europa a 04 de junho num voo a partir da Turquia, revelou hoje o procurador da República François Molins, em conferência de imprensa citada pela agência noticiosa France Presse (AFP).

O suspeito compareceu hoje à tarde perante o Palácio de Justiça de Paris, onde chegou a bordo de um carro sem identificação da polícia, de pés descalços, olhos vendados, vestido com uma bata de hospital e algemado, segundo imagens do canal televisivo francês iTELE.

Os magistrados deverão aprovar a instauração da sua acusação e a sua colocação em prisão preventiva.

Ayoub el-Khazzani nega ter tentado perpetrar um atentado terrorista, defendendo que apenas queria roubar os passageiros do comboio.

No entanto, uma análise ao seu telemóvel revelou que o atacante visualizou um vídeo de cantos 'jihadistas' no sítio da Internet de partilha de vídeos Youtube antes de entrar no comboio, na sexta-feira, segundo fonte ligada ao processo citada pela AFP.

Ayoub el-Khazzani "viu o vídeo entre o momento em que comprou o bilhete e o momento em que entrou no comboio", algumas horas depois, segundo a fonte.

Num discurso perante os embaixadores franceses reunidos em Paris, o Presidente François Hollande afirmou que o ataque deve incitar a França a estar preparada para mais atentados.

"Estamos expostos, e a agressão de sexta-feira poderia ter sido uma carnificina monstruosa sem a coragem de vários passageiros, nomeadamente militares norte-americanos", acrescentou.

De acordo com as autoridades, o atentado teria "sem dúvida" sido uma tragédia sem a intervenção dos passageiros que dominaram Ayoub El Khazzani, quando este saiu da casa de banho fortemente armado.

Lusa

  • DJ Avicii morre aos 28 anos

    Cultura

    Tim Bergling, conhecido por Avicii e um dos mais famosos DJ's do mundo, morreu aos 28 anos. A notícia foi avançada pelo site TMZ, que adianta que o DJ e produtor sueco foi encontrado morto esta sexta-feira em Muscat, em Omã, e os detalhes da morte ainda não são conhecidos.

    SIC

  • Avicii tinha deixado os palcos há 2 anos por motivos de saúde
    2:14
  • "Não andámos a tomar calmantes, nem a dar abracinhos"
    0:52

    Desporto

    Rui Vitória recusa atirar a toalha ao chão. O treinador do Benfica acredita que ainda muito pode acontecer e revela a motivação da equipa depois da derrota com o FC Porto na Luz, que levou à perda da liderança a quatro jornadas do fim.

  • "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos"

    Mundo

    "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos", esta foi apenas uma das declarações de Karl Lagerfeld sobre as denúncias de abuso sexual, que estão a marcar o mundo do cinema, da música e da moda. Numa entrevista, o diretor criativo da Chanel e da Fendi declarou mesmo que estava farto do #MeToo, o movimento usado para denunciar estes casos de abusos por todo o mundo.

    SIC

  • Viagem de balão para ver as cerejeiras em flor
    14:27
  • Portugal compromete-se a enviar profissionais de saúde para África
    2:39
  • EUA acusam Síria de tentar apagar provas de alegado ataque químico em Douma
    1:28
  • Já pode escolher uma morte amiga do ambiente

    Mundo

    Preocupa-se com o ambiente? Recicla? Prefere andar a pé ou partilhar transportes? Então saiba que a partir de agora a morte também pode ser amiga do ambiente. Desde caixões degradáveis de vime a cremação líquida, já é possível diminuir o impacto ambiental da morte.

    SIC

  • Karlie Kloss, o "anjo" que quer ensinar raparigas a programar
    2:59