sicnot

Perfil

Mundo

Desemprego no Brasil sobe e atinge 8,4 milhões de pessoas no segundo trimestre do ano

O desemprego registado no Brasil subiu e atingiu 8,4 milhões de pessoas no segundo trimestre do ano, terminado em junho, o maior patamar da série histórica, iniciada em 2012, divulgou hoje o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A chamada taxa de desocupação, que mede o desemprego no país, ficou em 8,3% entre abril e junho, face aos 7,9% no primeiro trimestre do ano e aos 6,8% no segundo trimestre de 2014, segundo os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad), que considera entrevistas com mais de 200 mil domicílios, em 3.500 cidades brasileiras.

A taxa de desocupação considera os maiores de 14 anos que estão sem emprego, mas ativamente em busca de trabalho.

O número de desempregados, 8,4 milhões, representou uma subida de 5,3%, ou 421 mil pessoas, entre os dois primeiros trimestres.

A população ocupada foi estimada pelo instituto em 92,2 milhões de pessoas e o rendimento médio mensal dos trabalhadores em 1.882 reais (464,4 euros).

Os outros números de desemprego no Brasil divulgados pelo IBGE no último dia 20, da Pesquisa Mensal de Emprego, consideram apenas seis regiões metropolitanas de grandes cidades: Porto Alegre, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, São Paulo, Salvador e Recife. Nesse caso, a taxa de desocupação foi de 7,5%, ou 1,8 milhão de pessoas.

Lusa

  • As novas rotas da TAP em 2017
    1:59

    Economia

    No próximo ano, a TAP vai passar a voar para o Canadá. Além de Toronto, a companhia aérea vai também abrir cinco novas rotas para a Europa e aumentar algumas frequências. Fique a conhecer quais são.

  • Leica: a marca lendária entre os fotógrafos
    5:54