sicnot

Perfil

Mundo

EUA vão receber entre 5.000 e 8.000 refugiados sírios em 2016

Os Estados Unidos vão receber entre 5.000 e 8.000 refugiados sírios em 2016 e estão a examinar 15.000 registos referenciados pela ONU, disse segunda-feira um diplomata norte-americano.

© Marko Djurica / Reuters


Desde 2011, que quatro milhões de sírios abandonaram o seu país devido à guerra.

Os Estados Unidos devem receber "entre 1.000 e 2.000 refugiados sírios este ano e entre 5.000 e 8.000 em 2016", disse o porta-voz do Departamento de Estado, John Kirby.

John Kirby precisou que estão a ser estudados 15.000 refugiados sírios referidos pelo Alto Comissariado da ONU para os Refugiados (ACNUR), sublinhando que em dezembro passado a ONU tinha referenciado 9.000 refugiados sírios para os Estado Unidos.

O Alto-comissário da ONU para os Refugiados, António Guterres, anunciou em julho que o número de refugiados sírios tinha ultrapassado os quatro milhões, sendo que a maioria vive na pobreza e com o sonho de emigrar para a Europa.

Aqueles refugiados, segundo o ACNUR, já perdeu toda a esperança de voltar à Síria, devastada pelo conflito, que dura há mais de quatro anos.

O maior número de refugiados sírios estão na Turquia e no Líbano e o ACNUR considera que no final do ano vão chegar 4,27 milhões de pessoas.

Lusa

  • Benefícios fiscais trouxeram a Portugal 10 mil estrangeiros em 2015

    Economia

    Os benefícios fiscais em Portugal atraíram mais de 10 mil estrangeiros no ano passado. A maioria vem com o estatuto de residente não habitual, que dá isenção total de IRS aos reformados por dez anos e 20% de isenção no imposto para profissionais que estiverem ligados a atividades de valor acrescentado como Psicologia, Investigação ou Medicina.

  • Trump e os jornalistas: uma relação (su)rreal
    2:08
  • Novo campo de refugiados construído em Mossul

    Mundo

    Um novo campo de refugiados foi construído em Mossul, no Iraque. Com cerca de 4 mil tendas, foi construído durante 45 dias para albergar os deslocados que se prevê que aumentem com a atual ofensiva militar na zona ocidental da cidade.