sicnot

Perfil

Mundo

Tribunal militar condena realizador ucraniano a 20 anos de prisão na Rússia

Na Rússa, um tribunal militar condenou hoje um realizador ucraniano a 20 anos de prisão. Oleg Sentsov, de 39 anos, foi detido o ano passado num protesto contra a anexação russa da Crimeia.

© Stringer Russia / Reuters

É acusado de crime de conspiração para a realização de um ato de terrorismo. Segundo a acusação, Sentsov que vivia na península esteve envolvido num plano para explodir um monumento dedicado a Lenine e numa tentativa de incendiar a sede de um partido pró-russo.

O realizador negou todas as acusações e diz que foi torturado pela polícia russa. Detido na mesma altura, um outro ativista ucraniano foi também condenado a 10 anos de prisão.

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.