sicnot

Perfil

Mundo

Tufão Goni faz mais de 20 feridos e obriga a cancelamento de 300 voos no sul do Japão

Pelo menos 26 pessoas ficaram feridas na sequência da passagem do tufão Goni pelo Japão. A tempestade forçou o cancelamento de 300 voos, causou interrupções nos comboios de alta velocidade e cortes no fornecimento de energia elétrica.

reuters

Às 11:45 (03:45 em Lisboa), o tufão Goni estava a aproximadamente 200 quilómetros a norte da prefeitura de Fukuoka, na ilha meridional de Kyushu, movendo-se em direção a nordeste, segundo a Agência Meteorológica do Japão (JMA).

O Goni, 15.º tufão de 2015 no Pacífico, com uma intensidade considerada como "forte" à passagem pelo Japão, ainda faz com que se mantenha o nível de alerta em grande parte das regiões do sul e do oeste do país devido ao risco de fortes chuvas, inundações, deslizamentos de terras e ventos de até 180 quilómetros por hora.

A tempestade deixou temporariamente sem luz 470 mil habitações na região de Kyushu, segundo dados da companhia elétrica, tendo as autoridades locais recomendado a retirada de milhares de residentes.

Cerca de 300 voos foram cancelados no sudoeste do país, a maioria dos quais com partida ou chegada em Kyushu, enquanto grande parte dos comboios de alta velocidade (Shinkansen) e das linhas locais que ligam esta zona a outras áreas do país sofreu atrasos ou interrupções.

  • Marine devolve bandeira do Japão 73 anos depois 
    2:13

    Mundo

    Setenta e três anos depois da batalha mais sangrenta do Pacífico, um veterano dos Estados Unidos cumpriu uma promessa pessoal. Marvin Strombo devolveu à família a bandeira da sorte de um soldado japonês, morto em 1944, em Saipan, na II Guerra Mundial. 

  • Autoridades usam elefantes para resgatar pessoas das cheias na Ásia
    1:31

    Mundo

    Mais de 215 pessoas morreram nas inundações que estão a devastar o centro da Ásia, e estima-se que três milhões tiveram de abandonar as casas. As autoridades estão a usar elefantes para resgatar locais e turistas das zonas mais afetadas e avisam que há dezenas de pessoas desaparecidas.