sicnot

Perfil

Mundo

Tufão Goni faz mais de 20 feridos e obriga a cancelamento de 300 voos no sul do Japão

Pelo menos 26 pessoas ficaram feridas na sequência da passagem do tufão Goni pelo Japão. A tempestade forçou o cancelamento de 300 voos, causou interrupções nos comboios de alta velocidade e cortes no fornecimento de energia elétrica.

reuters

Às 11:45 (03:45 em Lisboa), o tufão Goni estava a aproximadamente 200 quilómetros a norte da prefeitura de Fukuoka, na ilha meridional de Kyushu, movendo-se em direção a nordeste, segundo a Agência Meteorológica do Japão (JMA).

O Goni, 15.º tufão de 2015 no Pacífico, com uma intensidade considerada como "forte" à passagem pelo Japão, ainda faz com que se mantenha o nível de alerta em grande parte das regiões do sul e do oeste do país devido ao risco de fortes chuvas, inundações, deslizamentos de terras e ventos de até 180 quilómetros por hora.

A tempestade deixou temporariamente sem luz 470 mil habitações na região de Kyushu, segundo dados da companhia elétrica, tendo as autoridades locais recomendado a retirada de milhares de residentes.

Cerca de 300 voos foram cancelados no sudoeste do país, a maioria dos quais com partida ou chegada em Kyushu, enquanto grande parte dos comboios de alta velocidade (Shinkansen) e das linhas locais que ligam esta zona a outras áreas do país sofreu atrasos ou interrupções.

  • Os números das eleições francesas
    0:50

    Eleições França 2017

    Os resultados definitivos mostram que Emmanuel Macron obteve 24% dos votos, na primeira volta das eleições francesas. Ficou quase três pontos à frente de Marine Le Pen, que conseguiu 21,3%. Os números oficiais, publicados pelo Ministério do Interior, dão ainda conta da taxa de abstenção: 22,2%, um ligeiro aumento face à primeira volta das presidenciais de 2012.

  • Estarão os portugueses a consumir vitamina D em excesso? 
    6:44
  • Investigadores criam nanovacina contra diferentes cancros

    Mundo

    Investigadores da Universidade do Texas, nos Estados Unidos, desenvolveram uma nanovacina (vacina administrada através de partículas microscópicas) contra diferentes cancros, como o da pele, do cólon e do reto, numa experiência com ratos, revela um estudo publicado esta segunda-feira.