sicnot

Perfil

Mundo

Análise de sangue pode determinar reaparecimento de cancro da mama

Uma análise de sangue poderá determinar se uma mulher que teve cancro da mama é suscetível de sofrer uma recaída, meses antes de novos tumores serem detetados, revela hoje um estudo.

© Eric Gaillard / Reuters

O método, descrito na revista norte-americana Science Translational Medicine, deteta o ADN (material genético) do cancro a circular no sangue.

Os investigadores esperam que este teste, ainda em fase experimental e que só ficará acessível ao fim de vários anos, permitirá afinar os tratamentos personalizados contra o cancro e, talvez, progredir na descoberta de uma cura.

"Demonstrámos como uma simples análise de sangue tem o potencial de determinar corretamente quais as doentes que vão ter uma recaída, mais cedo do que podemos fazer atualmente", afirmou, citado pela agência AFP, um dos autores do estudo, Nicholas Turner, responsável pela equipa de oncologia molecular do Instituto de Investigação do Cancro de Londres, no Reino Unido.

Os investigadores recolheram amostras do tumor e de sangue de 55 doentes com cancro da mama, numa fase precoce da doença. Cada uma das pacientes foi sujeita a quimioterapia e a uma intervenção cirúrgica para que o tumor fosse removido.

A análise de sangue foi feita, uma primeira vez, após a cirurgia e, depois, de seis em seis meses.

Das 15 mulheres que tiveram uma recaída, 12 foram identificadas, com êxito, pelo teste sanguíneo, e oito meses antes de os tumores serem visíveis com os meios convencionais de diagnóstico.

Nicholas Turner ressalva que o novo método terá de ser aperfeiçoado tecnicamente, mas assegura que "é relativamente económico, e a informação que fornece poderá fazer uma real diferença para as doentes com cancro da mama".

O investigador espera encetar ensaios clínicos mais alargados a partir do próximo ano.

Os cientistas usaram a técnica de multiplicação, digital e personalizada, da fita de ADN para seguir as mutações, e asseguram que a mesma pode ser aplicada a todos os subtipos de cancro da mama.

Lusa

  • Vem lá chuva

    País

    A chuva vai voltar a Portugal continental a partir de quarta-feira e pelo menos até domingo, enquanto as temperaturas mínimas deverão subir.

  • "O Sporting é o um barco à deriva"
    2:26
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    A crise do Sporting foi o principal tema em O Dia Seguinte, esta segunda-feira. José Guilherme Aguiar censura Bruno de Carvalho por ter convidado Jorge Jesus para a comissão de honra da recandidatura. Já Rogério Alves não tem dúvidas que a contestação tem aumentado de tom devido à proximidade das eleições do Sporting. Rui Gomes da Silva pensa que toda a direção leonina é responsável pelo mau momento atual do clube.

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Violação emitida em direto no Facebook

    Mundo

    Três homens foram detidos na Suécia, por suspeitas de violação de uma mulher, num apartamento a 70 quilómetros da capital. Os suspeitos filmaram o ato de violência e exibiram-no em direto no Facebook.

  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.