sicnot

Perfil

Mundo

Ministros do Interior e dos Transportes da UE debatem segurança no sábado em Paris

Os ministros do Interior e dos Transportes da UE vão reunir-se no sábado, em Paris, para debater medidas de segurança, depois do ataque na passada semana num comboio de alta velocidade, impedido por passageiros.

Os ministros vão debater "propostas muito concretas" para reforçar os dispositivos de vigilância criados no âmbito da luta antiterrorista, afirmou o ministro do Interior francês, Bernard Cazeneuve, algumas horas depois de o atacante marroquino ter sido acusado pelo ataque terrorista no comboio Thalys entre Amesterdão e Paris, na sexta-feira.

O responsável francês afirmou, numa entrevista à emissora de rádio France Inter, que a sua principal proposta é avaliar, sem modificar os acordos de Schengen, se é possível realizar controlos coordenados e simultâneos em vários países, aproveitando as fichas dos serviços secretos sobre pessoas potencialmente perigosas.

"É preciso ver se é possível ativar um dispositivo que permita controlar nos aeroportos, nos meios de transporte, de forma sistemática e mais coordenada, quem utiliza um meio de transporte", disse.

Na opinião do ministro, estes controlos são possíveis "sem alterar Schengen", uma vez que "não seriam controlos obrigatórios", proibidos pelos tratados europeus de livre circulação.

O autor do ataque frustrado contra o Thalys, o marroquino Ayub El Khazzani, de 25 anos, foi acusado na terça-feira à noite de tentativa de homicídio em ação terrorista.

Na sexta-feira passada, El Khazzani entrou no comboio de alta velocidade em Bruxelas, armado com uma espingarda automática "kalachnikov" (AK-47), 270 cartuchos de munições, uma pistola "Luger", uma garrafa de petróleo e um x-ato.

O homem foi impedido de perpetrar qualquer ataque por dois militares norte-americanos, que se encontravam de férias, um amigo e um consultor britânico de 62 anos.

Na segunda-feira, o presidente francês, François Hollande, condecorou os quatro com a Legião de Honra, a mais alta distinção de França.

Sinalizado pelos serviços de informações em Espanha - onde residiu vários anos - por posições islamitas radicais, Ayub El Khazzani foi sinalizado numa "ficha S", que designa pessoas potencialmente perigosas para a "segurança do Estado".

A sua estada em França, que começou no início do ano passado, decorreu sem incidentes e não foi ativada qualquer vigilância.

  • Autarca e duas jornalistas mortas a tiro na Finlândia 

    Mundo

    A presidente da Câmara de Imatra, na Finlândia, e duas jornalistas foram mortas a tiro na noite passada, na pequena cidade do sudeste do país. O incidente aconteceu junto a um restaurante e a polícia chegou ao local pouco depois dos disparos. Um suspeito de 23 anos já foi detido.

    Em desenvolvimento

  • Avião da Qatar Airways aterra de emergência nas Lages
    0:47

    País

    Aterrou de emergência nos Açores, esta manhã, um avião da Qatar Airways. A turbulência obrigou à manobra que causou pelo menos 10 feridos nos passageiro do avião que fazia ligação de Washington para Doha, capital do Qatar, e foi desviado para a base aérea das Lajes. Os passageiros desembarcaram, como registou no Twiiter um jornalista da Al-Jazzera que seguia a bordo. Segundo este depoimento, uma pessoa foi levada para o hospital com problemas cardíacos.

  • Passos elogia escolha de Paulo Macedo mas diz que não é suficiente
    1:47

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho diz que Paulo Macedo é competente para liderar os destinos da Caixa Geral de Depósitos, mas que a nomeação do antigo ministro não é suficiente para passar uma esponja sobre o assunto. Em Viseu, o líder do PSD não quis ainda avançar com um nome para a Câmara de Lisboa, depois de Santana Lopes afastar a hipótese de se candidatar.

  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.