sicnot

Perfil

Mundo

Mil milhões de pessoas usaram o Facebook num único dia

O Facebook revelou que alcançou um novo recorde quando mil milhões de utilizadores acederam à rede social na passada segunda-feira, ou seja, uma em cada sete pessoas.

© Dado Ruvic / Reuters

"Acabámos de passar uma marca histórica", declarou hoje o co-fundador e presidente do Facebook, Mark Zuckerberg, na sua página pessoal da rede social.

"Na segunda-feira, uma em cada sete pessoas na Terra usaram o Facebook para se ligarem aos seus amigos e famílias", salientou, acrescentando que "é a primeira vez que tal acontece e é só o início da conexão de todo o mundo".

Em julho, o Facebook tinha anunciado que o número de utilizadores ativos tinha crescido 13% face ao mesmo mês de 2014, para 1,49 mil milhões, enquanto o número de utilizadores ativos nos dispositivos móveis subiu para 1,31 mil milhões.

Paralelamente, o Facebook anunciou que está a desenvolver uma nova tecnologia para que os criadores de vídeos possam usar de forma a protegerem os seus trabalhos, impedindo a sua cópia na rede social sem permissão.

"Esta tecnologia é feita à medida para a nossa plataforma e vai permitir aos criadores encontrarem cópias dos seus vídeos no Facebook", anunciou a empresa no seu blogue, explicando que pretende que os criadores recebam os créditos pelos vídeos que são seus.

Com Lusa

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.