sicnot

Perfil

Mundo

Incêndio num edifício da petrolífera Saudi Aramco faz 6 mortos e mais de 200 feridos

O incêndio começou hoje de manhã na cave do prédio de seis andares, que se localiza na cidade de Khobar, usado como parque de estacionamento e depósito de mobiliário, antes de se propagar aos outros andares, precisou a defesa civil no twitter.

Uncredited

Alguns dos feridos estão "em estado crítico". As vítimas são de várias nacionalidades, segundo a mesma fonte.

As imagens colocadas no twitter pela defesa civil saudita mostram colunas de fumo saindo pelas janelas do edifício e helicópteros a participarem nas operações de combate ao incêndio.

Num comunicado, a companhia petrolífera Saudi Aramco confirmou que há um incêndio no prédio, que o imóvel estava cheio de pessoas e servia para alojar os seus funcionários.

Além disso, referiu que foi aberto um inquérito para determinar as causas do sinistro.

A SaudiAramco é uma das maiores companhias petrolíferas do mundo ao nível da produção e exportação.

Atualmente emprega 61.000 trabalhadores de diferentes nacionalidades.

  • Passos Coelho pede desculpa aos portugueses
    3:35
  • Pyongyang compara Trump a Hitler

    Mundo

    A Coreia do Norte compara o Presidente norte-americano Donald Trump a Adolf Hitler. Pyongyang já acostumou o mundo à sua linguagem "colorida" quando critica os seus inimigos. Mas comparações com o responsável por mais de 60 milhões de mortes são muito raras.

  • Glifosato na lista de produtos cancerígenos na Califórnia

    Mundo

    O estado norte-americano da Califórnia, nos Estados unidos, pode vir a obrigar o fabricante do popular herbicida Roundup a comercializar o produto com um rótulo que informe os consumidores de que o produto é cancerígeno. O glifosato, princípio ativo do herbicida Roundup fabricado pela Monsanto, consta de uma lista que vai ser divulgada na Califórnia, a 7 de julho, de produtos químicos potencialmente cancerígenos.