sicnot

Perfil

Mundo

Um dos principais comandantes do Boko Haram detido, revela a secreta da Nigéria

O serviço de informações nigeriano anunciou hoje a detenção de suspeitos de serem responsáveis do Boko Haram, entre os quais um dos principais comandantes do grupo radical islâmico, que estarão ligados a vários atentados suicidas em todo o país.

© Stringer . / Reuters

O Departamento de Segurança do Estado (DSS) indicou num comunicado ter detido, entre julho e agosto, Usman Shuiabu, conhecido como Money, e outros membros destacados do grupo fundamentalista, nos estados de Lagos, Kano, Plateau, Enugu e Gombe.

O DSS assinala a detenção "a 08 de julho de 2015, no estado de Gombe (nordeste), de responsáveis pela coordenação e execução dos atentados suicidas de Potiskum, Kano, Zaria e Jos".

"Shuaibu confessou ser o líder de uma equipa de nove membros da seita, enviados da floresta de Sambisa para realizar ataques. Revelou que quatro dos nove foram utilizados como suicidas para cometer atentados", indica o comunicado.

O DSS afirma que a detenção de Shuaibu e dos outros membros daquela célula permite travar os ataques do grupo nigeriano.

Nas últimas semanas, os islamitas realizaram ataques mortíferos ao longo das fronteiras da Nigéria, nos Camarões e no Chade, entre os quais atentados suicidas.

A violência do Boko Haram -- que pretende instaurar um estado islâmico no norte da Nigéria, maioritariamente muçulmano ao contrário do sul de maioria cristã -- e a repressão governamental causaram mais de 15.000 mortos e 1,5 milhões de deslocados desde 2009.

Lusa

  • BE acusa direita de bloquear atual comissão à CGD
    1:37

    Caso CGD

    O Bloco de Esquerda acusa a oposição de estar a fazer tudo para impedir as conclusões da comissão de inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos que está em curso. Numa altura em que PSD e CDS já entregaram o requerimento para avançar com uma segunda comissão, Catarina Martins defende que ainda há muita coisa por apurar sobre o processo de recapitalização do banco público.

  • Visita de Costa a Angola pode estar em risco
    2:26

    País

    A visita de António Costa a Luanda poderá estar em risco devido à acusação da justiça portuguesa contra o vice-Presidente de Angola. O jornal Expresso avança que o comunicado com a reação dura do Governo angolano é apenas o primeiro passo e que pode até estar a ser preparado um conjunto de medidas contra Portugal. Para já, o primeiro-ministro português desvaloriza a ameaça e mantém a visita marcada para a primavera.