sicnot

Perfil

Mundo

Gelados que duram mais

Para quem é difícil resistir a um gelado, há boas notícias. Foi descoberta uma proteína que permite que o gelado derreta mais lentamente. A má notícia é que só deverá estar disponível dentro de três a cinco anos.

Reuters

Físicos das universidades de Edinburgh e de Dundee descobriram a BsIA - proteína que pode ser usada para que um gelado derreta devagar, através da mistura de ar, gordura e água. A BsIA evita ainda a formação dos pequenos cristais dos gelados.

O resultado é um "creme" de consistência extremamente sedosa, garantem os responsáveis.

A descoberta permite ainda fabricar produtos com menos gordura saturada e com menos calorias.

"Estamos muito entusiasmados com o potencial deste produto para melhorar os gelados, tanto para os consumidores como para os fabricantes", comentou Cait MacPhee, líder do projeto.