sicnot

Perfil

Mundo

Merkel diz que fracasso na questão migratória trairia valores fundadores da UE

A chanceler alemã, Angela Merkel, repetiu hoje que a União Europeia deve chegar a acordo para uma repartição equitativa dos refugiados, advertindo que um fracasso na resolução da crise migratória constituiria uma traição aos princípios fundadores.

A chanceler, que falava em conferência de imprensa em Berlim, voltou por isso a defender a criação de um sistema de quotas para o acolhimento de refugiados, uma ideia proposta em junho pela Comissão Europeia, mas que foi rejeitada por vários países membros.

"Os direitos civis universais têm uma ligação próxima com a Europa e com a sua História, enquanto princípio fundador da União Europeia", disse.

"Se a Europa fracassar na questão dos refugiados, se esta ligação próxima com os direitos civis universais se quebrar, então esta não será a Europa que desejámos", acrescentou.

A Alemanha prepara-se para receber este ano 800.000 refugiados, quatro vezes mais que em 2014 e mais do que qualquer outro país europeu.

"Se não chegarmos a uma distribuição justa (dos refugiados), então a questão do futuro de Schengen vai colocar-se. Não queremos isso", disse Merkel, referindo-se ao espaço de livre circulação europeu.

A questão vai ser debatida na reunião extraordinária de ministros do Interior da UE prevista para 14 de setembro em Bruxelas.

Confrontada internamente com uma forte oposição ao acolhimento de refugiados, Merkel assegurou que a Alemanha é "um país suficientemente forte", com uma "economia sólida" e um "mercado de trabalho robusto", pelo que vai ultrapassar o desafio de acolher centenas de milhares de pessoas.

"Podemos fazê-lo", disse.

Como na semana passada, Angela Merkel voltou a assegurar que há "tolerância zero" para os atos xenófobos e racistas no país e sublinhou o seu "orgulho e gratidão" pelos "inúmeros alemães" que se têm voluntariado para ajudar os refugiados.

Lusa

  • O perfil do novo herói do surf português
    3:43
  • "Temos de melhorar o sistema de prevenção e combate dos incêndios"
    18:07

    País

    O ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos, foi convidado da Edição da Noite da SIC Notícias, desta quinta-feira. Em análise esteve o chumbo do PCP na criação de um banco nacional de terras, a reforma da floresta em Portugal, as falhas no sistema de comunicação do SIRESP, a lei da rolha nos bombeiros, a seca no país e ainda a pesca da sardinha, que poderá vir a ser proibida durante 15 anos. 

    Entrevista SIC Notícias

  • CGTP acusa PT de ilegalidades no dia da greve
    0:46

    Economia

    A CGTP pede a intervenção do Governo na PT. Esta quinta-feira, na SIC Notícias, Arménio Carlos acusou a empresa de estar a cometer mais uma ilegalidade, ao ter requisitado trabalhadores para cumprir serviços mínimos uma semana antes do permitido por lei.

  • Altice responde a António Costa
    1:33

    Economia

    A Altice respondeu ao Governo, na sequência das críticas de António Costa, lamentando que Portugal não reconheça a importância dos investimentos que o grupo faz no país. A dona da PT inaugurou esta quinta-feira um novo call center em Vieira do Minho e, na sexta-feira, está marcada uma greve geral dos trabalhadores da PT.

  • Protesto dos enfermeiros é "ilegal"
    2:37
  • O que resta do navio de salvamento mais famoso de Portugal?
    15:26

    Aqui há História

    Os baixios da barra do Tejo já foram cemitério de centenas de embarcações. Uma delas foi o Patrão Lopes, o navio de salvamento que saía para o mar quando todos fugiam das tempestades. Foram cinco dias em agonia até naufragar no Bugio, num caso que acabou na barra do tribunal. 80 anos depois, a SIC mergulhou no Patrão Lopes porque "Aqui Há História".

  • Sismo de magnitude 6.9 na Turquia

    Mundo

    Um forte sismo com magnitude 6.9 na escala de Richter fez-se sentir esta quinta-feira a sul da cidade turca de Bodrum. A informação foi avançada pela agência norte-americana de Geologia.