sicnot

Perfil

Mundo

Seis mortos em ataque no Paquistão, junto à fronteira com Afeganistão

Pelo menos seis pessoas morreram e 31 ficaram feridas na sequência de um atentado perpetrado por um bombista suicida no exterior de um escritório governamental no noroeste do Paquistão, escreve a agência France Press.

Entre as vítimas mortais havia quatro polícias de uma unidade tribal e mais de 15 elementos das autoridades locais ficaram feridos, incluindo quatro em estado crítico. (Arquivo)

Entre as vítimas mortais havia quatro polícias de uma unidade tribal e mais de 15 elementos das autoridades locais ficaram feridos, incluindo quatro em estado crítico. (Arquivo)

© Khuram Parvez / Reuters

O ataque ocorreu na localidade de Jamrud, no distrito de Khyber, que faz fronteira com o Afeganistão, onde os militares combatem os talibãs e grupos islamitas.

"Pelo menos seis pessoas morreram e outras 31 ficaram feridas quando um bombista suicida se fez explodir à entrada do edifício", disse o responsável das autoridades locais à AFP.

Entre as vítimas mortais havia quatro polícias de uma unidade tribal e mais de 15 elementos das autoridades locais ficaram feridos, incluindo quatro em estado crítico, informou Shah.

Nek Mohammad - outro funcionário - confirmou o ataque.

A responsabilidade do ataque ainda não foi reivindicada.

Grupos talibãs e islamitas têm levado a cabo vários ataques contra as autoridades locais.

Lusa

  • "O PSD não é o bombeiro de serviço desta geringonça"
    1:09

    TSU

    O líder da bancada social-democrata avisa os partidos da esquerda para que tenham o caso da TSU como exemplo e não voltem a usar o PSD como muleta em situações em que não estejam de acordo com o Governo, como pode vir a acontecer com as PPP no setor da saúde. Luís Montenegro foi entrevistado esta manhã na SIC Notícias.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.