sicnot

Perfil

Mundo

Nave tripulada russa lançada hoje com destino à Estação Espacial Internacional

A nave tripulada russa Soyuz TMA-18M foi hoje lançada para o espaço com destino à Estação Espacial Internacional (EEI).

reuters

O lançamento ocorreu sem contratempos às 07:37 (05:37 em Lisboa) a partir do cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, informaram as agências russas citadas pela Efe.

A acoplagem da nave à plataforma orbital vai decorrer na manhã de sexta-feira.

Inicialmente estava previsto que a Soyuz fosse acoplada à EEI seis horas após a descolagem, mas a agência espacial russa -- Roscosmos -- decidiu modificar o programa de voo por motivos de segurança.

A Soyuz descolou com três tripulantes a bordo: o russo Serguéi Volkov, comandante da nave, o dinamarquês Andreas Mogensen e o cazaque Aidín Aimbétov, que substituiu a cantora britânica Sarah Brightman, que tinha manifestado interesse em tornar-se na oitava turista espacial.

Brightman, de 54 anos, renunciou ao seu objetivo por "motivos familiares" e interrompeu o treino.

Perante a impossibilidade de preparar a tempo outro turista espacial, a Roscosmos decidiu preencher o lugar livre com um astronauta profissional.

Os astronautas dinamarquês e cazaque vão permanecer oito dias na EEI e regressam a Terra acompanhados do russo Guennadi Padalka, um dos atuais seis 'inquilinos' da plataforma orbital.

Além de Padalka, a tripulação da EEI é composta pelos também russos Mijaíl Kornienko e Oleg Kononenko, pelo japonês Kimiya Yui e pelos norte-americanos Kjell Lindgren e Scott Kelly.

A Estação Espacial Internacional é um projeto de mais de 100.000 milhões de dólares participado por 16 nações.

  • "O bom senso obriga a acordo para a estabilização do sistema financeiro"
    2:06

    Economia

    O Presidente da República disse esta quarta-feira que "o bom senso obriga a que todos estejam de acordo para a estabilização do sistema financeiro". Num aparente recado a Passos Coelho, Marcelo apelou a um consenso de regime e avisou que "não há prazer tático que justifique o desgaste" provocado pelas divisões atuais.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.