sicnot

Perfil

Mundo

Mortes por tuberculose aumentam no centro de Angola

Mais de 60 pessoas morreram vítimas de tuberculose no primeiro semestre deste ano na província do Huambo, planalto central de Angola, entre 489 novos casos da doença, divulgaram as autoridades sanitárias locais.

© Mike Hutchings / Reuters

Segundo o chefe de departamento de saúde pública do Huambo, Almeida Chitungo, o número de óbitos registados (61) é preocupante, comparativamente ao registado entre janeiro e junho de 2014.

No ano passado, em igual período, foram registados 295 casos e 11 mortes, um registo que se traduz em cerca de cinco vezes mais vítimas mortais no espaço de um ano.

Almeida Chitungo explicou que o elevado índice de mortalidade deve-se a vários fatores, essencialmente a chegada tardia aos hospitais e o abandono do tratamento.

Aos fatores acima citados, o técnico de saúde associa igualmente o consumo excessivo de bebidas alcoólicas, o aglomerado de pessoas em pequenas residências e a falta de saneamento básico.

Em 2014, Angola registou duzentos mil casos de tuberculose quase quatro vezes mais dos notificados no ano anterior (56.716).

Por ocasião do dia mundial dessa doença, comemorado em março passado, a Direção Nacional de Controlo da Tuberculose e Lepra disse que a enfermidade continua a ser um importante problema de saúde em Angola, exigindo a situação a execução de estratégias para o seu controlo, tendo em conta aspetos humanitários, económicos e de saúde pública.

Lusa

  • Preço do petróleo em queda
    1:16

    Economia

    O preço do barril de petróleo continua a cair em todos os mercados, o que traz boas notícias para os portugueses: segunda-feira vão pagar menos para encher o depósito. Mas uma queda tão acentuada também tem desvantagens sobretudo para os países produtores. Angola está à beira da recessão.

  • "Não há um verdadeiro debate democrático em Espanha"
    2:24
    Quadratura do Círculo

    Quadratura do Círculo

    QUINTA-FEIRA 23:00

    No Quadratura do Círculo desta quinta-feira, José Pacheco Pereira disse que este braço de ferro em território espanhol reforça a linha autoritária que existe em Espanha. Jorge Coelho considera que é urgente recorrer à diplomacia para definir um caminho a médio ou a longo prazo. Já o gestor Manuel Queiró afirma que Portugal não deve encarar este referendo com condescendência. 

  • O que separa a Catalunha do resto de Espanha?
    2:12

    Mundo

    Desde 1640, as revoltas catalãs representam a vontade pela distância e pela independência. Numa região que não é reconhecida formalmente como Nação, na Catalunha entende-se e fala-se mais castelhano do que catalão. Mas o que realmente separa a Catalunha do resto de Espanha?

  • A corrida ao iPhone 8 no Japão, China e Austrália
    2:04
  • Óculos inteligentes permitem controlar telemóvel com o nariz
    1:05
  • Defesa de Sócrates diz que junção do caso Rio Forte à Operação Marquês é ilegal
    0:50

    Operação Marquês

    A defesa de José Sócrates diz que a junção do caso Rio Forte à Operação Marquês é ilegal. A aplicação de 900 milhões de euros da PT no BES foi anexada ao processo, por suspeita de luvas pagas por Ricardo Salgado a Zeinal Bava e Henrique Granadeiro, também arguidos. A defesa do antigo primeiro-ministro já contestou a decisão. Diz que é uma forma de confundir o processo para ocultar, mais uma vez, a falta de provas contra Sócrates.

  • Família Portugal Ramos
    15:01