sicnot

Perfil

Mundo

Escultura em forma de vagina em Versalhes volta a ser vandalizada

GALERIA DE FOTOS

Uma escultura monumental em forma de vagina, criada pelo artista britânico Anish Kapoor e instalada no parque de Versalhes, em Paris, foi vandalizada pela segunda vez, com inscrições antissemitas pintadas.

YOAN VALAT

YOAN VALAT

YOAN VALAT

YOAN VALAT

YOAN VALAT

YOAN VALAT

"Rainha sacrificada, duas vezes ultrajada", "SS Sacrifício Sangrento", e "Cristo é rei em Versalhes" são alguns exemplos das mensagens deixadas na obra intitulada "Dirty Corner" ("Canto Sujo", desde junho nos jardins, entre outras da exposição do artista de 61 anos de origem indiana.

A escultura, com dez metros de comprimento feita em aço, pesando várias toneladas, causou polémica logo na inauguração a 9 de junho, quando Kapoor admitiu as conotações sexuais evidentes da peça, e foi vandalizada pouco tempo depois.

Desta vez, François Hollande repudiou "firmemente" num comunicado a degradação de que a obra foi alvo, manifestando solidariedade para com o artista, defendendo a liberdade de expressão "nos lugares mais prestigiados do património de França".

Por seu lado, Anish Kapoor já veio dizer que não quer que as inscrições sejam retiradas: "Da primeira vez até achei que tinha sido bom porque a obra foi toda limpa, mas agora acho que devem ficar as inscrições porque acabam por fazer parte da minha obra".

A obra vai ficar exposta, tal como as outras, até novembro no parque de Versalhes.

Com Lusa

  • Genro de Donald Trump depõe hoje no Senado

    Mundo

    Jared Kushner, genro do Presidente dos EUA Donald Trump, vai hoje depor à porta fechada perante o comité dos serviços de inteligência do Senado, a câmara alta do Congresso norte-americano.

  • " A melhoria das contas públicas não foi feita à custa dos portugueses"
    1:30

    País

    Numa espécie de balaço deste ano e meio de governação, o primeiro-ministro voltou a assinalar voltou a assinalar a redução do défice e as melhorias nas contas públicas. Num jantar com militantes em Coimbra, António Costa garantiu ainda que a "verdadeira reforça do Estado avança até ao final desta legislatura, que é a Descentralização.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15