sicnot

Perfil

Mundo

Advogado diz que não há ilegalidade na morte do leão Cecil

O advogado de defesa do dentista norte-americano que matou o famoso leão zimbabueano Cecil considera não haver base legal para afirmar que o seu cliente, Walter Palmer, tenha feito algo de errado ao abater o felino.

AP

Na primeira entrevista dada após meses de silêncio desde a controversa caçada ao leão no Parque Nacional Hwange, no Zimbabué, o dentista norte-americano disse ao jornal Minneapolis Star Tribune que não tinha ideia de que o felino era uma atração do parque e negou confirmar se irá acatar a decisão do tribunal zimbabueano que exige a sua extradição para aquele país africano.

O advogado de Walter Palmer, presente na entrevista, assegurou que não "havia alegações oficiais de que ele (o dentista) tenha feito algo de errado" ao abater o leão.

Após meses de ausência no trabalho, o médico norte-americano anunciou que regressará esta terça-feira a sua clínica que, durante dias, foi palco de vários protestos contra a atuação do dentista no Zimbabué.

A contestação contra os seus atos estendeu-se às redes sociais.

No dia 28 de setembro, o tribunal de Hwange, perto da reserva onde decorreu a controversa caçada, vai ouvir novamente o organizador do safari, Theo Bronkhorst, caçador profissional zimbabueano.

Segundo a acusação, o proprietário do terreno no qual Cecil foi abatido não tinha quota para abater um leão. De acordo com informações não confirmadas, o animal, que tinha um dispositivo GPS porque era seguido no quadro de um estudo científico, foi atraído para fora da reserva.

As autoridades norte-americanas também abriram um inquérito para investigar o caso.

Lusa

  • A casa dos horrores
    7:57
  • PGR e presidente do Supremo deixam recado à ministra da Justiça
    2:45

    País

    Durante a abertura do ano judicial, a Procuradora-Geral da República e o presidente do Supremo Tribunal aproveitaram para deixar um recado à ministra da Justiça: é urgente aprovar o novo estatuto de juízes e magistrados. O presidente do Supremo diz que é injusta a má imagem da Justiça e pediu contenção aos magistrados.

  • Rui Rio tem sentido "alguma turbulência" no PSD
    2:01

    País

    Rui Rio e Pedro Passos Coelho tiveram esta quinta-feira a primeira reunião, desde que foi eleito o novo líder do PSD. À saída, Passos Coelho desejou que esta transição decorra com naturalidade. Já Rui Rio disse que tem sentido alguma turbulência no partido.

  • Sindicatos rejeitam fim das baixas médicas até três dias
    2:02

    País

    A CGTP quer levar o tema das baixas médicas à Concertação Social, já a UGT diz que há outras matérias prioritárias. Ainda assim as duas centrais sindicais lembram que a não justificação de faltas pode dar origem a um despedimento por justa causa. Esta quinta-feira o bastonário da Ordem dos Médicos propôs ao Governo que acabe com as baixas de curta duração, até três dias.

  • Papa interrompe percurso no Chile para ajudar polícia
    0:21
  • "Mundo à Vista" no Gana
    7:38