sicnot

Perfil

Mundo

Aviões militares russos de carga e pessoal aterraram na Síria

Pelo menos três aviões de transporte militares russos aterraram na Síria nos últimos dias, disseram dirigentes dos EUA da área da Defesa à AFP, quando Washington se inquieta com um eventual envolvimento de Moscovo no país.

© Suhaib Salem / Reuters

Dois dos aviões são aparelhos de carga Antonov 124 Condor e o terceiro é de transporte de passageiros, ainda segundo estas fontes.

Os aviões aterraram num aeroporto da região de Latakia, no noroeste, um bastião do regime do Presidente Bashar al-Assad.

Os russos também colocaram nesta zona instalações provisórias, com capacidade de abrigar "centenas de pessoas", e equipamento aeroportuário.

"Tudo isto sugere a instalação de uma base aérea avançada", prosseguiu uma das fontes, especificando que não tinha informações sobre a eventual presença de armas russas no local.

O secretário de Estado dos EUA, John Kerry, falou no sábado com o seu homólogo russo, Serguei Lavrov, para lhe transmitir o seu receio de um risco de "escalada" do conflito, se Moscovo se envolver militarmente ao lado das tropas de Al-Assad, segundo o Departamento de Estado.

O regime de Damasco desmentiu a presença das tropas ou de atividades militares russas em solo sírio, depois de conhecidas as inquietações norte-americanas sobre um eventual envolvimento de Moscovo no país em guerra.

A Federação Russa garantiu, por seu lado, na segunda-feira, que "a parte russa nunca escondeu que fornece equipamentos militares às autoridades sírias para lutar contra o terrorismo", mas não quis detalhar a ajuda de Moscovo a Damasco.

Lusa

  • PSD está a "perder terreno" na escolha de candidato a Lisboa
    1:46

    País

    Quem o diz é Luís Marques Mendes: o PSD perde na demora da escolha de um candidato para a Câmara de Lisboa. O líder Passos Coelho rejeita apoiar a candidatura de Assunção Cristas e garante que o partido vai ter um candidato próprio. Segundo o comentador da SIC, o último convite foi dirigido a José Eduardo Moniz.

  • Trump não escreve todos os tweets, mas dita-os

    Mundo

    O Presidente eleito dos EUA não escreve todos os tweets que são publicados na sua conta desta rede social, mas dita-os aos seus funcionários. Numa entrevista a um ex-secretário de Estado britânico, Donald Trump explica como usa a sua conta e garante que depois de ser investido Presidente, vai continuar a usar o Twitter para defender-se da "imprensa desonesta".

  • Depressão pode ser mais prejudicial para o coração do que a hipertensão

    Mundo

    Um estudo recente estabelece uma nova ligação entre depressão e distúrbios cardíacos. De acordo com a investigação publicada na revista Atheroscleroses, o risco de vir a sofrer de uma doença cardíaca grave é quase tão elevado para os homens que sofram de depressão, do que para os que tenham colesterol elevado ou obesidade, e pode mesmo ser maior do que para os que sofram de hipertensão.