sicnot

Perfil

Mundo

Justiça sérvia indicia oito suspeitos pelo massacre de Srebrenica

O procurador sérvio responsável pelos crimes de guerra indiciou hoje oito pessoas por envolvimento no massacre de Srebrenica de 1995, no leste da Bósnia, anunciou o procurador para os crimes de guerra.

© Dado Ruvic / Reuters

Este é o primeiro 'dossier' relacionado com o massacre de Srebrenica, onde foram mortos cerca de 8.000 muçulmanos bósnios, que está a ser conduzido pela justiça sérvia.

Os suspeitos, detidos em março, estão indiciados por terem ordenado e participado, em julho de 1995, na execução de centenas de muçulmanos num único dia num entreposto em Kravica, uma localidade próxima de Srebrenica, precisou em comunicado o procurador.

Caso sejam considerados culpados, arriscam uma pena até 20 anos de prisão.

Este indiciamento "é uma mensagem de que não haverá impunidade para os crimes de guerra e que as vítimas não serão esquecidas", declarou o procurador para os crimes de guerra, Vladimir Vukcevic.

Cerca de 8.000 homens e rapazes muçulmanos em idade de combater foram mortos pelas forças sérvias bósnias no enclave de Srebrenica em julho de 1985, a alguns meses do final da guerra civil na Bósnia (1992-1995).

Os ex-chefes político e militar dos sérvios da Bósnia, Radovan Karadzic, 69 anos, e Ratko Mladic, 72 anos, estão a ser julgados pelo Tribunal Penal Internacional para a ex-Jugoslávia (TPIJ), com sede em Haia, designadamente por genocídio e pelo seu envolvimento nos acontecimentos de Srebrenica.

Lusa

  • Primo de Sócrates já foi notificado
    1:48
  • Santana Lopes espera mais diálogo com António Costa
    0:40

    País

    Pedro Santana Lopes espera que o primeiro-ministro dialogue mais com o novo líder do PSD do que o que tem dialogado com Passos Coelho. O candidato à liderança dos social-democratas criticou ainda Rui Rio por ainda não se ter mostrado disponível para um debate.

  • Rui Rio defende o diálogo com todos os partidos
    0:37

    País

    Rui Rio defende o diálogo com todos os partidos com assento parlamentar e não apenas com o Governo. As declarações do candidato à liderança do PSD surgiram em resposta a António Costa que, em entrevista, disse que acredita que a relação com os social-democratas vai melhorar com a nova liderança.

  • Morreu o jornalista Pedro Rolo Duarte

    País

    Morreu Pedro Rolo Duarte. O jornalista tinha 53 anos e não resistiu a um cancro. Pedro Rolo Duarte estava internado nos cuidados paliativos do Hospital da Luz, em Lisboa. Trabalhou em imprensa, na rádio e na televisão.