sicnot

Perfil

Mundo

Incêndios obrigam ao estado de emergência na Califórnia

O estado de emergência foi declarado no domingo no norte da Califórnia, onde mais de 5.500 bombeiros continuam a combater as chamas de dois grandes fogos que obrigaram milhares de pessoas a fugir, segundo fonte dos bombeiros.

© Noah Berger / Reuters

"Há informação de que haverá uma vítima. A informação ainda tem de ser confirmada pelo xerife", publicou na rede social Twitter Daniel Berlant, porta-voz dos bombeiros durante a noite passada.

Horas antes, o governador Jerry Brown decretou o estado de emergência nos condados de Lake e Napa, regiões vinícolas situadas a norte de San Francisco, por causa de um incêndio de grande dimensão - o "Valley Fire".

Todas as escolas daqueles condados deverão continuar fechadas durante o dia de hoje, segundo as autoridades.

"Os prejuízos estruturais estão estimados em centenas de casas e edifícios" devido a este fogo e em mais de 200 por outro incêndio em Butte, perto de San Andreas, no leste de San Francisco, afirmou Daniel Berlant na sua conta de Twitter.

Segundo a agência noticiosa AFP, 46.500 hectares foram consumidos pelas chamas nos incêndios de Butte e Valley, que destruíram ou obrigaram ao encerramento de autoestradas e de outras infraestruturas cruciais.

Desde o início do ano arderam mais de 242.000 hectares de terreno, disse Daniel Berlant à AFP.

A Cruz Vermelha instalou abrigos para os desalojados, precisou o porta-voz de Calfire.

Segundo Berlant, cerca de 6.400 habitações continuam ameaçadas por estes dois grandes incêndios.

Quatro bombeiros sofreram queimaduras de segundo grau este fim de semana na Califórnia e continuavam no hospital.

No total, 13 bombeiros perderam a vida nos Estados Unidos desde o início do ano, segundo Jennifer Jones, porta-voz do serviço federal das Florestas.

Cerca de 70 bombeiros vindos da Austrália e da Nova Zelândia juntaram-se aos operacionais norte-americanos no oeste do país.

A situação foi agravada pela seca que dura há quatro anos.

A velocidade da propagação dos fogos é "a mais rápida" em 30 anos, declarou o diretor dos serviços de emergência da Califórnia, Mark Ghilarducci, no Twitter.

O ano de 2015 poderá ficar para a história como um dos piores anos nos Estados Unidos em termos de área ardida e de despesa no combate aos incêndios.

Até à data, o governo federal gastou 1,32 mil milhões de dólares no combate aos fogos, excluindo os fundos canalizados pelas agências locais, segundo o porta-voz do serviço federal das Florestas Jennifer Jones. O recorde data de 2002, com 1,65 mil milhões de dólares gastos no combate aos incêndios.

Mais de 36.000 quilómetros quadrados arderam nos Estados Unidos desde o início deste ano.

Em 2006, o recorde histórico, foram consumidos pelas chamas quase 40.000 quilómetros quadrados.

Lusa

  • O percurso dos rendimentos de Ronaldo
    3:43

    Desporto

    O Ministério das Finanças espanhol abriu uma investigação a Cristiano Ronaldo, por eventuais irregularides na declaração dos rendimentos da publicidade. A Gestifute, empresa do agente do avançado do Real Madrid, garante que Ronaldo tem os impostos em dia. A investigação aos documentos extraídos da plataforma informática Football Leaks, liderada pela revista alemã Der Spiegel, e da qual faz parte o jornal Expresso, conseguiu traçar o percurso dos rendimentos do melhor jogador do mundo.

  • Fábio Coentrão investigado por suspeita de delitos fiscais
    3:37

    Desporto

    O Ministério Público de Madrid acusou o defesa português Ricardo Carvalho de evasão fiscal e está a investigar Fábio Coentrão por eventuais delitos fiscais. Além dos dois portugueses a justiça acusou ainda o espanhol Xabi Alonso, o argentino Ángel Di María e investiga o colombiano Falcão. As investigações surgem depois da revelação do caso Football Leaks, investigada pelo Expresso e pelo consórcio europeu de jornalistas que tiveram acesso a milhões de documentos.

  • Mais cinco ilhas dos Açores sob aviso vermelho

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) elevou esta quarta-feira para vermelho o aviso para as cinco ilhas do grupo central dos Açores, onde no Faial o vento atingiu os 150 quilómetros por hora.

  • Votações sobre o mapa judiciário geram tensão no Parlamento
    2:01

    País

    O momento das votações no Parlamento ficou marcado por alguma tensão. Depois de aprovadas, em comissão, as alterações ao mapa judiciário, o PSD opôs-se a que o diploma fosse votado em plenário, uma vez que não fazia parte da versão inicial do guião de votações. A esquerda acusou os sociais-democratas de terem motivações estritamente políticas e não regimentais.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • As primeiras palavras de um dos sobreviventes da Chapecoense
    0:29
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.