sicnot

Perfil

Mundo

Novos confrontos na Esplanada das Mesquitas em Jerusalém

Confrontos entre muçulmanos e as forças de segurança israelitas registaram-se hoje pelo segundo dia consecutivo na Esplanada das Mesquitas, em Jerusalém, informou a polícia.

reuters

"Quando a polícia entrou no local, jovens mascarados atiraram pedras na direção dos agentes", anunciou a polícia, em comunicado.

No domingo, violentos confrontos tiveram lugar no mesmo local por ocasião do início das celebrações do Ano Novo judaico.

Os confrontos ocorrem numa altura em que aumentou a tensão na sequência da decisão do ministro da Defesa de Israel, Moshe Yaalon, na quarta-feira, após declarar ilegais dois grupos muçulmanos que entram em confrontos com visitantes judeus do local sagrado para ambas as religiões.

O complexo da Esplanada das Mesquitas, que inclui a mesquita Al-Aqsa e a Cúpula da Rocha, é o terceiro lugar sagrado do islão após Meca e Medina, na Arábia Saudita. Para os judeus é o local do segundo Tempo, destruído pelos romanos no ano 70.

O muro das Lamentações, um vestígio do segundo Tempo, está situado nas proximidades.

A Esplanada das Mesquitas rege-se por um 'status quo' herdado do conflito de 1967: tanto judeus quanto muçulmanos podem visitar o lugar sagrado com vista para a Cidade Velha de Jerusalém, mas os judeus não têm o direito de aí rezar.