sicnot

Perfil

Mundo

Polícia sul-africana recupera corpos de 12 mineiros numa exploração de ouro ilegal

A polícia sul-africana recuperou hoje os corpos de 12 mineiros que trabalhavam numa exploração de ouro clandestina localizada no município de Springs, a leste da cidade de Joanesburgo.

© Stringer . / Reuters

Os homens morreram há cerca de uma semana, na sequência de uma explosão provocada por um gerador elétrico.

As operações de resgate prolongaram-se até hoje devido ao fumo que se alojou nas galerias subterrâneas após a explosão, segundo explicou um representante da polícia local, citado pelos 'media' sul-africanos.

Todos os anos morrem soterrados dezenas de mineiros ilegais na África do Sul, onde a exploração de minas abandonadas por grupos organizados são um negócio que vale vários milhões de euros.

Também são frequentes naquele país confrontos violentos entre grupos rivais de exploração de minas, a polícia e as empresas privadas de segurança.

O roubo de minerais e o controlo de minas são geralmente os motivos dos confrontos entre os grupos de mineiros clandestinos, geralmente constituídos por imigrantes oriundos do mesmo país.

Muitas vezes provenientes de países vizinhos como Moçambique e Lesoto, estes mineiros chegam a passar várias semanas debaixo de terra à procura de ouro ou de outros metais preciosos. Estes homens vendem depois os metais preciosos a intermediários.

A região de Springs e os seus arredores foram em finais do século XIX e no início do século XX o epicentro da febre do ouro na África do Sul, atividade que ajudou então ao crescimento da cidade de Joanesburgo. Nesta região existem atualmente muitas minas abandonadas.

Lusa

  • Ronaldo é o jogador que mais preocupa os marroquinos
    2:35
  • Recorda-se de Tahar? O ex-futebolista marroquino que já jogou em Portugal
    6:10
  • "Somos 11 milhões, queremos ser campeões e as russas são grandes canhões"
    3:54
  • Denis Cheryshev: o orgulho dos anfitriões

    Mundial 2018 / Rússia

    O avançado Denis Cheryshev foi eleito o Homem do Jogo entre Rússia e Egito, que os russos venceram por 3-1. Marcou o segundo golo dos anfitriões, o terceiro em nome próprio no Mundial e juntou-se a Cristiano Ronaldo no topo da lista de melhores marcadores. Aos 27 anos e a jogar o primeiro Mundial da carreira, Cheryshev continua a assumir-se como um dos principais rostos da esperança russa para o sucesso desta campanha. Depois de já ter sido o melhor em campo no triunfo sobre a Arábia Saudita, a nação anfitriã vê-o como uma espécie de porta-estandarte do orgulho russo na defesa da pátria.

  • Gato Achilles acerta no resultado do Rússia-Egito

    Desporto

    O gato Achilles é o adivinho dos jogos do Mundial na Rússia. Depois de ter acertado na vitória da Rússia frente à Arábia Saudita, o felino voltou a apostar na equipa certa, com os russos a vencerem esta terça-feira o Egipto por 3-1.

  • "Não tenho que debater nada com Bruno de Carvalho, só tenho que fazer cumprir os estatutos" 
    10:43
  • "Quando o Cristiano Ronaldo te convidar para almoçar, recusa"

    Desporto

    Na possibilidade de ser convidado por Cristiano Ronaldo para um almoço ou jantar, recuse. Este é o conselho de Patrice Evra, que revelou o "sofrimento" que passou quando aceitou almoçar em casa do capitão da seleção nacional, na altura em que ambos jogavam pelo Manchester United. O jogador francês falou sobre a comida "demasiado saudável" e o exercício que acabou por ter de fazer, enquanto podia estar a descansar.

    SIC

  • Ronaldo no País dos Sovietes: O espetáculo fora das quatro linhas
    2:30
  • "Quero ir com a minha tia", o desespero das crianças afastadas dos pais nos EUA
    2:11