sicnot

Perfil

Mundo

Centenas de pessoas protestam contra Donald Trump em Dallas

O aspirante a candidato republicano Donald Trump foi, na segunda-feira, recebido em Dalas (Texas, EUA) com o maior protesto desde o início da sua campanha.

reuters

Entre 1.000 e 3.000 pessoas, dependendo das fontes, manifestaram-se pelas ruas da cidade sob o lema "Trump no lixo" ("Dump the Trump", em inglês), num protesto em reação às declarações e propostas do republicano em matérias de imigração.

"Não estamos à procura de conflito. Só queremos deixar claro a Donald Trump que o seu discurso de ódio e intolerância não é bem-vindo. Texas é um estado bilingue e multicultural desde a sua fundação", disse ao The Dallas Morning News o advogado Domingo García, presente na marcha.

Os manifestantes, a maioria hispânicos, acusaram Trump de ser racista, e pediram à comunidade latina dos Estados Unidos que se registe para votar nas presidenciais de 2016 de modo a evitar a chegada do magnata à Casa Branca.

"Vamos votar e vamos marcar a diferença", disse um dos manifestantes.

Trump, que apresenta os melhores resultados entre os aspirantes a candidato republicano, visitou o Texas pela segunda vez após a sua viagem relâmpago de julho à cidade fronteiriça de Laredo, onde insistiu na sua proposta de construir um muro que separe os Estados Unidos do México.

Até agora, as manifestações contra o magnata apenas tinham reunido algumas dezenas de pessoas.

Por outro lado, cerca de 20.000 simpatizantes deslocaram-se ao American Airlines Center para ouvir as propostas de Trump.

  • 105 detidos pela PSP e GNR nas últimas 24 horas

    País

    Só a GNR deteve 64 pessoas em flagrante delito, entre a noite de sexta-feira e o início da manhã deste sábado, a maioria das quais (47) por condução sob o efeito do álcool. A PSP de Lisboa efetuou 41 detenções em 24 horas, dez por tráfico de droga.

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.