sicnot

Perfil

Mundo

População marinha global reduzida para metade desde 1970

A população de mamíferos marinhos, aves, répteis e peixes caiu para cerca de metade nas últimas quatro décadas, com os peixes essenciais à alimentação humana a sofrerem as maiores descidas, alertou hoje a organização World Wildlife Fund (WWF).

© Asmaa Waguih / Reuters


"No espaço de uma geração, a atividade humana danificou gravemente o oceano ao apanhar peixe mais depressa do que este se consegue reproduzir, ao mesmo tempo que destruiu os seus viveiros", disse, em comunicado, o diretor da WWF, Marco Lambertini.

No mais recente relatório, a WWF, que seguiu o desenvolvimento de mais de 1.200 espécies, observou uma queda de 49% da população marinha entre 1970 e 2012.

Lusa

  • Sismo registado esta manhã na região de Lisboa

    País

    Um sismo foi sentido esta manhã na região da Grande Lisboa. O abalo foi registado às 7h44, com epicentro em Sobral de Monte Agraço e magnitude de 4.3, informa o Instituto Português do Mar e da Atmosfera.

    Em atualização

  • "É terrorismo, politiquice e interesse económico"
    0:45

    País

    A situação em Mação, no distrito de Santarém, continua muito complicada para os operacionais e para as populações que tentam combater as chamas. Os populares dizem que é de "lastimar" a aflição que se vive.

  • GNR resgata 45 sírios no mar Egeu
    2:28

    Crise Migratória na Europa

    A Guarda Nacional Republicana já resgatou quase 300 migrantes no mar Egeu, ao largo da Grécia, desde o início de maio. Esta quarta-feira de madrugada, os militares salvaram 45 sírios que tentavam chegar à Grécia numa embarcação de borracha.

  • Marine devolve bandeira do Japão 73 anos depois 
    2:13

    Mundo

    Setenta e três anos depois da batalha mais sangrenta do Pacífico, um veterano dos Estados Unidos cumpriu uma promessa pessoal. Marvin Strombo devolveu à família a bandeira da sorte de um soldado japonês, morto em 1944, em Saipan, na II Guerra Mundial. 

  • Autoridades usam elefantes para resgatar pessoas das cheias na Ásia
    1:31

    Mundo

    Mais de 215 pessoas morreram nas inundações que estão a devastar o centro da Ásia, e estima-se que três milhões tiveram de abandonar as casas. As autoridades estão a usar elefantes para resgatar locais e turistas das zonas mais afetadas e avisam que há dezenas de pessoas desaparecidas.