sicnot

Perfil

Mundo

O segredo do café para nos manter acordados

Uma chávena de café ao final do dia pode manter-nos acordados durante a noite não só porque a cafeína é um estimulante mas também porque atrasa o relógio biológico.

© Mario Anzuoni / Reuters

Tomar um café três horas antes de deitar atrasa a produção da hormona do sono - a melatonina - em cerca da 40 minutos, razão pela qual se torna difícil adormecer.

Os responsáveis pelo estudo, publicado na revista Science Translation Medicine, fizeram uma experiência em laboratório, com células expostas à cafeína. Concluíram que a substância presente no café alterava o ritmo interno dessas células.

Entretanto, numa outra experiência, cinco pessoas estiveram durante 50 dias num laboratório. Ao ser-lhes dado café ao final do dia, o relógio biológico atrasava 40 minutos.

Os cientistas consideram esta descoberta importante para a compreensão e tratamento de distúrbios do sono, bem como para a ajuda em ultrapassar o jet lag provocado pelas viagens.

  • Descobertos fósseis que podem provar existência de vida em Marte

    Mundo

    Fósseis com 3,77 mil milhões de anos, dos mais antigos já descobertos, foram identificados por cientistas de vários países na província do Quebec, no leste do Canadá. As descobertas coincidem no tempo com a altura em que Marte e a Terra tinham água líquida à superfície, o que levanta questões sobre a hipótese de vida extraterrestre.

  • As polémicas declarações de João Braga sobre os Óscares

    País

    A Associação SOS Racismo reagiu esta quarta-feira às palavras do fadista João Braga na sua página no Facebook, sobre a cerimónia de entrega dos Óscares, e disse esperar que a Comissão para a Igualdade e Contra a Discriminação Racial atue de forma exemplar face.

  • "Apelamos ao debate e somos criticados? Então m...."
    0:52
  • Oprah admite candidatar-se à Presidência dos EUA

    Mundo

    A apresentadora norte-americana Oprah Winfrey admitiu, numa entrevista, que a vitória de Donald Trump nas eleições presidenciais de novembro a fez considerar a possibilidade de entrar na corrida à Casa Branca.

  • Temperaturas recorde no "último lugar da Terra"

    Mundo

    A Organização Meteorológica Mundial (OMM) anunciou esta quarta-feira que se registaram nos últimos 37 anos temperaturas altas recorde na Antártida, num local que foi descrito como "o último lugar da Terra".