sicnot

Perfil

Mundo

O segredo do café para nos manter acordados

Uma chávena de café ao final do dia pode manter-nos acordados durante a noite não só porque a cafeína é um estimulante mas também porque atrasa o relógio biológico.

© Mario Anzuoni / Reuters

Tomar um café três horas antes de deitar atrasa a produção da hormona do sono - a melatonina - em cerca da 40 minutos, razão pela qual se torna difícil adormecer.

Os responsáveis pelo estudo, publicado na revista Science Translation Medicine, fizeram uma experiência em laboratório, com células expostas à cafeína. Concluíram que a substância presente no café alterava o ritmo interno dessas células.

Entretanto, numa outra experiência, cinco pessoas estiveram durante 50 dias num laboratório. Ao ser-lhes dado café ao final do dia, o relógio biológico atrasava 40 minutos.

Os cientistas consideram esta descoberta importante para a compreensão e tratamento de distúrbios do sono, bem como para a ajuda em ultrapassar o jet lag provocado pelas viagens.

  • Relatório pedido pelo Governo PSD-CDS já apontava falhas no SIRESP
    2:26
  • Proteção Civil aponta falhas do SIRESP, operadora diz que esteve à altura do fogo
    4:22
  • Temer pode cair menos de um ano depois da queda de Dilma
    3:06
  • Imagens do resgate de crianças feridas num bombardeamento na Síria
    2:00

    Mundo

    Os Estados Unidos acusam o regime sírio de estar a preparar um novo ataque químico e avisam Bashar al-Assad que vai pagar caro se o concretizar. No terreno, os ataques aéreos continuam a fazer vítimas civis. Da periferia de Damasco chegam imagens dramáticas do resgate de duas crianças feridas num bombardeamento.

  • Mulher atira moedas para o motor do avião por superstição

    Mundo

    As superstições levam as pessoas a fazer coisas bizarras e até, mesmo, perigosas. Este foi o caso de uma mulher chinesa que decidiu atirar moedas para o motor de um avião, para garantir boa sorte na viagem, que estava prestes a fazer. Contudo, a ação obrigou ao atraso do voo que partia de Xangai, numa companhia aérea chinesa.

  • Modelo italiana atacada com ácido volta ao trabalho

    Mundo

    Gessica Notaro, antiga concorrente do concurso Miss Itália, já regressou ao trabalho como treinadora de leões marinhos, cinco meses depois de ter sido atacada com ácido, alegadamento pelo ex-namorado, Jorge Edson Tavares. Gessica Notaro diz que quer inspirar e encorajar outras mulheres a lutar contra o assédio e o bullying nas relações.