sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos 5 mortos e um milhão de deslocados após sismo de 8,3 no Chile

Pelo menos 5 mortos e um milhão de deslocados após sismo de 8,3 no Chile

A costa do Chile está em alerta de tsunami depois do país ter sido atingido por de um sismo de magnitude 8,3 na escala de Richter. Estão confirmados pelo menos 5 mortos e mais de uma dezena de feridos. O abalo provocou danos em vários edifícios e obrigou à deslocação de um milhão pessoas.

"Lamentamos a morte de cinco cidadãos chilenos, apresentamos as condolências do governo a todas as respetivas famílias (...) Estimamos o número de retirados em um milhão de pessoas", informou o subsecretário do Ministério do Interior, Mahmoud Aleuy.

As autoridades chilenas emitiram o alerta de tsunami em toda a costa do país depois de um sismo de magnitude 8,3 na escala de Richter, segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS), registado às 19:54 de quarta-feira (23:54 em Lisboa), ter abalado o norte, centro e sul do território.

O balanço anterior dava conta de três mortos, sete feridos graves, além de vários feridos ligeiros e danos materiais.

Milhares de chilenos vão passar esta noite em zonas elevadas nas suas localidades costeiras à espera que as autoridades cancelem o alerta de tsunami nos mais de 4.000 quilómetros de costa.

Na maioria das localidades costeiras a população deslocou-se para zonas seguras, situadas a mais de 30 metros acima do nível do mar, escreve a agência Efe.

Com Lusa

  • Younes Abouyaaqoub, o homem mais procurado de Espanha
    1:53
  • Incendiários vão passar o verão com pulseira eletrónica

    País

    Os tribunais vão poder condenar os incendiários a penas de prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, durante as épocas de incêndio. A nova lei foi aprovada na semana passada, na Assembleia da República, e aguarda a promulgação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

  • Costa desafia PSD para pacto depois das autárquicas
    1:14
  • "Trump, deixe-me ajudá-lo a escrever o discurso"
    0:47

    Mundo

    Arnold Schwarzenegger diz que Donald Trump tem o dever moral de se opor ao ódio e ao racismo. Num vídeo publicado nas redes sociais, o ator norte-americano e antigo governador da Califórnia encenou o discurso que Donald Trump devia ter. 

  • Hino da SIC tocado pela viola beiroa
    2:22