sicnot

Perfil

Mundo

Sobe para 13 número de mortos no sismo no Chile

O forte sismo que esta semana atingiu o Chile matou 13 pessoas e deixou outras seis desaparecidas, segundo o mais recente balanço divulgado pelo governo na sexta-feira.

© Ivan Alvarado / Reuters

"O número subiu para 13 mortos", disse Mahmud Aleuy, vice-ministro do Interior, numa conferência de imprensa na capital chilena, onde os edifícios tremeram e as pessoas saíram para a rua em busca de segurança.

O sismo de magnitude 8,3 registou-se às 19:45 locais (23:54 em Lisboa) na quarta-feira e levou à emissão de um alerta de 'tsunami' que obrigou à retirada de cerca de um milhão de habitantes das zonas costeiras.

O abalo foi seguido de 71 réplicas de menor intensidade, sentidas ao longo de toda a madrugada, a maioria nas zonas de Atacama e Coquimbo (norte), onde se situou o epicentro, a cerca de 290 quilómetros da capital, Santiago do Chile.

Algumas das réplicas registaram magnitudes superiores a 6 graus na escala de Richter.

Lusa

  • Todos os distritos sob Aviso Amarelo devido ao frio

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera colocou Portugal continental sob Aviso Amarelo na quarta e na quinta-feira. Os termómetros vão estar abaixo de zero em todo o território, à exceção dos distritos de Lisboa, Porto e Faro.

  • Motim em prisão brasileira fez pelo menos 30 mortos
    1:09

    Mundo

    Um novo motim numa prisão brasileira fez pelo menos 30 mortos. A prisão, que é a maior do Estado do Rio Grande do Norte, tem capacidade para 600 reclusos mas acolhe quase o dobro. Após o motim de 14 horas, a polícia já tem o controlo total da prisão.

  • Aqui também se vive
    16:07
  • Austrália condena Japão por caça de baleias no Oceano Antártico

    Mundo

    O Governo da Austrália condenou hoje o Japão por retomar a caça de baleias no Oceano Antártico, após a divulgação de imagens de um cetáceo morto a bordo de um barco japonês que se encontrava em águas protegidas.O ministro do Ambiente, Josh Frydenberg, manifestou "profunda deceção", um dia depois de a organização Sea Shepherd divulgar fotografias e vídeos de uma baleia minke no barco japonês Nisshin Maru.