sicnot

Perfil

Mundo

Começa na Nova Zelândia processo para extraditar Kim Dotcom para os EUA

O processo para extraditar o fundador do portal Megaupload, Kim Dotcom, para os Estados Unidos da América (EUA), onde é procurado por alegada pirataria informática e outros crimes, começou hoje na cidade neozelandesa de Auckland.

© Nigel Marple / Reuters

"Este caso não é sobre mim, mas sobre o controlo que damos às empresas norte-americanas e ao Governo norte-americano sobre a Internet", disse hoje Dotcom, na sua conta de Twitter, ainda que depois tenha recusado fazer declarações à imprensa.

Juntamente com Dotcom serão julgados em Auckland os alemães Mathias Ortmann e Finn Batato e o holandês Bram van der Kolk, todos detidos em janeiro de 2012 na mansão alugada nos arredores da cidade neozelandeza, como parte de uma operação internacional dirigida pelo FBI.

Na sessão de abertura do julgamento, o juiz Nevin Dawson analisa os pedidos dos arguidos para suspender ou adiar o processo.

O processo de extradição deve demorar cerca de quatro semanas, com a apresentação da análise de um especialista norte-americano sobre direitos de autor, que questiona a base legal da acusação formulada pelas autoridades do seu país.

Segundo as investigações do FBI, o Megaupload, que chegou a ter 50 milhões de usuários e a representar 4% do tráfico mundial, gerou ilegalmente 175 milhões de dólares (162 milhões de euros).

Até agora, o único condenado dos sete membros do Megaupload acusados nos Estados Unidos da América é o programador estónio Andrus Nomm, que em fevereiro passado foi condenado a cerca de um ano de prisão depois de admitir participação na violação de direitos de autor.

Lusa

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Pedro Dias recusou mostrar caligrafia
    2:29

    País

    Pedro Dias forneceu esta segunda-feira ADN aos peritos do laboratório da polícia científica. O suspeito dos crimes de Aguiar da Beira também foi intimado a entregar amostras da própria caligrafia, mas recusou fazê-lo.

  • Autoridades italianas prosseguem buscas por desaparecidos em avalancha
    0:54
  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.

  • Carolina do Mónaco celebra o 60.º aniversário
    2:13

    Mundo

    Carolina do Mónaco celebra esta segunda-feira o 60.º aniversário. Em 60 anos, foi criança mediática, jovem rebelde e, agora, matriarca sem ser rainha. Carolina do Mónaco nunca saiu das revistas, por ser filha de Grace Kelly e Rainier do Mónaco, por ter somado namorados pouco recomendáveis para princesas, por ter perdido o pai dos seus filhos num terrível acidente.

  • Ator morre baleado durante gravações de videoclip na Austrália

    Mundo

    Um ator morreu depois de ter sido baleado durante as gravações de um videoclip da banda Bliss n Eso, na cidade australiana de Brisbane. A vítima foi identificada como Johann Ofner, de 28 anos. O homem chegou a receber a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.